sexta-feira, 25 de outubro de 2013

1914 - Tiveram prazer na mentira - Parte 1

Tenho a impressão que os editores de Betel andaram lendo a carta que lhes enviei em junho de 2012. 

(Link para a carta: http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/05/carta-sobre-parousia-e-1914.html)

A Sentinela de 15 de janeiro de 2014 parece ter se inspirado em alguns pontos dessa carta

O leitor desse blog que leu a minha carta, notará as similaridades. Coincidência? Propósito? 

Nesse artigo vou analisar essa Sentinela (15/1/2014) e certamente dizer o que , como tudo indica, Betel nunca dirá.

Vamos começar lendo o parágrafo 13 da página 10



Conforme mostrei naquela carta e em outras dezenas de artigos desse blog, Jah era o Rei de Israel antes de 607 a.C.
Assim havia uma representação terrestre do Reino de Deus antes de 607 AEC

Esse reino não dependia de homens sentando em tronos na terra:

“é abundante o vosso mal que fizestes aos olhos de Jeová, pedindo para vós um rei.” 1 Samuel 12:17


A pergunta que Betel não quer fazer -- de fato, é a pergunta que Betel proíbe as testemunhas de levantar, a saber:  

Deixou Deus de ter uma representação terrestre do Seu Reino após 607 AEC?

Como toda testemunha de Jeová deve(ria) saber, a doutrina de 1914 reza que em 607 AEC Deus deixou de ter uma representação terrestre do seu reino, desde 607 AEC até 1914 EC, somando 2520 anos.

Assim a questão é: Deixou Deus de ter uma representação terrestre do Seu Reino após 607 AEC?

Em minha carta que enviei à Betel, há vários detalhes demonstrando que Deus continuou tendo uma representação terrestre do seu Reino.

Aqui, vamos usar a própria Sentinela pra demonstrar isso:

No parágrafo 14 da página 11, lemos:




Como que Deus Reina na terra?
Note acima que diz que Deus estabelece um meio para representar o seu Reino na terra. Tendo isso em mente, leve em consideração o seguinte, conforme detalhado naquela carta:


Mateus 23:21 "e quem jurar pelo templo, está jurando por ele e por aquele que habita nele; "

Mateus 5:35 "...Não jureis absolutamente... nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei.

“É por isso que vos digo: O reino de Deus vos será tirado e será dado a uma nação que produza os seus frutos.” - Mateus 21:43


Assim, queira por favor responder a pergunta:  Havia uma representação terrestre do Reino de Jah após 607AEC ?

Colocando a pergunta nas próprias palavras da Sentinela:

Num "determinado momento", após 607 AEC, havia Deus estabelecido um meio para representá-lo?

Sim, havia, era o lugar onde ele habitava - O Templo em Jerusalém. Ou a Casa do Grande Rei.

Mateus 23:21 "e quem jurar pelo templo, está jurando por ele e por aquele que habita nele; "

Mateus 5:35 "...Não jureis absolutamente... nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei. (Mt 5:35)

Como Jesus responderia hoje a essa pergunta????


A "implicação de longo alcance" que Betel se recusa a admitir é aquela implicação que lhes foi enviada por carta:

Portanto afirmar que, de alguma forma, o Reino de Deus perdeu a sua representatividade terrestre ou perdeu sua força de expressão ou foi interrompido ou qualquer outra coisa após 607 AEC até 1914 EC não está em harmonia com as Escrituras. O Reino de Deus está vinculado unicamente ao "lugar" onde Deus faz residir o Seu Espírito.


Apenas com o que vimos até agora, já serviria para desmantelar o dogma de 1914, mas vamos continuar com nossa análise da revista.



Agora atente por favor ao que está escrito no parágrafo 15, página 11 da revista:







No texto acima, vemos o uso da "tática WatchTower". 
Ela usa o termo: "futuro Rei do Reino de Deus".

Vou ajudar ao leitor a desmantelar essa tática falaciosa da WatchTower.

Pra começar, note o que Deus disse assim que ele ungiu ao Seu Filho:
"Eu tenho aprovado" - Foi o que Deus disse

Agora, note o que Deus não disse:

"Eu irei te aprovar no futuro"

Até parece que os intérpretes da Torre precisam fazer umas aulas de conjugação verbal. Na Verdade o problema é maior que esse, pois a falácia deles é intencional. É pra pegar o leitor distraído.

Jesus é aprovado por Deus como Rei naquele momento.

As Escrituras dão ainda mais prova disso:

Note por exemplo:

João 12:12 No dia seguinte, a grande multidão que tinha vindo à festividade, ao ouvirem que Jesus vinha a Jerusalém, 13 tomaram ramos de palmeiras e saíram ao encontro dele. E começaram a clamar: “Salva, rogamos-te! Bendito aquele que vem em nome de Yah, sim, o rei de Israel!” 14 Mas, tendo Jesus achado um jumentinho, sentou-se nele, assim como está escrito: 15 “Não temas, filha de Sião. Eis que vem o teu rei, sentado num filho de jumenta.” 

Perceba que a profecia não diz: " o futuro rei de Israel" ..."Eis que vem o teu futuro rei". (Israel representa justamente o Reino de Deus, na qual Jesus se tornou o Rei)

O Rei Jesus, Maior que Salomão, passou despercebido pela torre - artigo


Vamos deixar o próprio Jesus responder se ele era Rei do reino de Deus ou se , de acordo com a Torre, ele seria rei do Reino de Deus no futuro, quer dizer, em 1914 

Em 33 d.C. 
Mateus 27:11 Jesus estava então perante o governador; e o governador fez-lhe a pergunta: “És tu o rei dos judeus?” Jesus replicou: “Tu mesmo [o] dizes.”

João 18:36 Jesus respondeu: “Meu reino não faz parte deste mundo. Se o meu reino fizesse parte deste mundo [desta alçada], meus assistentes teriam lutado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas, assim como é [o estado atual] , o meu reino não é desta fonte [esfera].

Note que Jesus não disse: "Eu serei o rei"
Jesus não disse: "Meu futuro reino"


Jesus, o Rei , já possuía o Reino de Deus, a saber, aquilo que ele chamou de "O MEU REINO".


Atente ainda no parágrafo 16 da página 11:



A real razão de Jesus dizer que o reino de Deus "estava no meio deles" é porque o próprio Rei (reinante) estava entre eles - reinando à maneira do Reino de Deus.  

Some ainda as palavras de Jesus:


João 7:29 “ Eu o conheço [à Deus], porque sou representante dele, e Este me enviou.”

Agora multiplique isso pelas palavras escritas na Sentinela, no parágrafo 14:




"Jah se torna Rei quando ele estabelece um meio para representá-lo"

João 7:29 “ Eu o conheço [à Deus], porque sou representante dele, e Este me enviou.”  - Jesus Cristo.


Assim, como o Pai e o Filho estão em união ("são um" - João 10:30) - Jesus, o Rei, Reinou o Reino de Deus, por representar o próprio Deus na terra.

Retome novamente a pergunta: Havia uma representação do Governo de Deus na terra mesmo após 607 AEC e ANTES de 1914 E.C ?


Vamos continuar analisando a revista:

Parágrafo 17:



Em verdade eu vos digo: Ele já estava reinando. Vós é que não sabeis como um Rei deve Reinar.

Sim, ele podia fazer isso:

João 3:35 “O Pai ama o Filho e tem entregue todas as coisas na sua mão” [incluindo o Reino de Deus].

Lembre-se: "Eu te tenho aprovado"

Continuando:

No Pentecostes de 33 EC, Jesus assentou-se no Trono nos Céus - à Destra de Deus. Sentar no trono significa ser ENTRONIZADO. (Rev 3:21, 1 Pedro 3:22, Hebreus 12:2)

Filipenses 2:9-11:

 Por esta mesma razão, também, Deus o enalteceu a uma posição superior [cargo máximo no Reino] e lhe deu bondosamente o nome que está acima de todo [outro] nome [cargo de autoridade máxima], 10 a fim de que, no nome de Jesus, se dobre todo joelho dos no céu, e dos na terra, e dos debaixo do chão [como deve-se fazer diante de um Rei], 11 e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor [cargo máximo], para a glória de Deus, o Pai.

A congregação cristã, passou a tomar o papel do antigo Templo físico em Jerusalém, a saber: passou a representar o Governo de Deus na terra. (1 Cor 3:16, Efésios 2:19-22, Efésios 2:6, João 14:23)

João 14:23 Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se alguém me amar, observará a minha palavra, e meu Pai o amará, e nós iremos a ele e faremos a nossa residência [Casa / Templo / Reino] com ele.



Aquilo que Jesus chamou de "O MEU REINO" (artigo) inclui o céu (1 Pedro 3:22) e o Templo (REPRESENTANTE) na terra.  (João 17:16, João 18:36)

(Pergunta recorrente: Havia uma representação do Governo de Deus na terra mesmo após 607 AEC e antes de 1914? ) (O dogma de 1914 diz que não!!!)


E pra encerrar com "chave de ouro", lemos na revista:



Eis acima um exemplo de Eisegese (introduzir um significado em vez de extrair )

Conforme demonstrado no artigo: 
http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/08/senta-te-minha-direita-reina-minha.html

Quando "os inimigos estiverem por escabelo", debaixo do pés de Jesus, aí Jesus vai deixar de reinar e não começar a reinar!!! (1 Coríntios 15:24-26)

“Pois ele tem de reinar até que [Deus] lhe tenha posto todos os inimigos debaixo dos seus pés.”

Sentar à direita de Deus  é estar entronizado no trono de Deus:
Rev 3:21 Àquele que vencer, concederei assentar-se comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com o meu Pai no seu trono [entronizado no céu].

O trono de Jah de forma alguma ficou "vago" por 2520 anos.

O "trono de Davi" - Jesus sentou nele
Artigo:  A Casa de Davi: Ruína e Restauração


Assim, a situação da organização das Testemunhas de Jeová é muito bem descrita nas palavras abaixo:


2 Tessalonicenses 2:11De modo que é por isso que Deus deixa que vá ter com eles a operação do erro, para que fiquem acreditando na mentira, 12 a fim de que todos eles sejam julgados, porque não acreditaram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça.





Artigos Relacionados:
Jesus foi glorificado por Jah como Rei Celestial antes de 1914
Que Rei sou eu?
 - Um Rei que passa despercebido - Um Rei Maior que Salomão
- Senta-te à minha Direita, Reina
O trono de Jeová, quando Jesus sentou nele?
Dissertação sobre 1914 e Tempos dos Gentios (carta para Betel)
Quando Jesus começou a reinar no céu?
O pacto Davídico e o Líder 
Jeová O Deus, Jesus o Rei, e os erros religiosos
Jerusalém e o Reino de Deus
A cidade de Jerusalém e seus reis
 - Jerusalém: o lugar onde residiu o Espírito de Deus 
A Casa de Davi: Ruína e Restauração
Atos do Governo de Deus após 607 AEC 
O dia das coisas pequenas 
o pecado da Monarquia em Israel
Jeová, Escolherei Jerusalém, a Embaixada do Reino
- O que é necessário para representar o Reino de Deus? 
A Casa do Líder, A Casa de Davi 
O Meu Reino - Jesus perante Pilatos 
- Quem não honrar o Filho (Jesus), não honra o Pai (Jah)
 - Quem realmente governa o mundo, os domínios de baixo?
O Escravo, já passou na prova?





Mais vídeos

sábado, 12 de outubro de 2013

O Papa de Betel - O Rei do Norte ergue seu braço

Nesse artigo continuaremos analisando até que ponto os braços (Daniel 11:31) do Rei do Norte chegaram em seu objetivo em "lançar a verdade por terra". Ele agiu e foi bem sucedido. (Daniel 8:12)


Em toda a História do Cristianismo, cristãos tiveram que "lutar" contra uma "Besta/Fera". Essa "Besta" sempre objetivou se tornar Governante ou Vigário (representante) "de Cristo" aqui na terra de forma  a Controlar as Mentes do Corpo de Cristo (cristãos verdadeiros).

Essa "fera era, mas não é, contudo estará presente" (Rev 17:8)

No livro de Daniel capítulo 11 e na carta aos 2 Tessalonicenses capítulo 2 temos detalhes de onde a Fera "estará presente".

Conforme vimos no artigo anterior, o capítulo 11 de Daniel descreve o prelúdio do que ocorreria ANTES da terminação (sinteleia) do sistema de coisas. 

O Rei do Norte, por meio de Seu corpo (braços) , faria bem de dentro do Templo (cristãos) aquilo que ele sempre soube fazer com eficiência: "magnificar-se-á acima de todos os outros" (Daniel 11:37)

Em harmonia com Daniel, 2 Tessalonicenses 2 retrata o prelúdio da verdadeira terminação do sistema de coisas, a saber, a Apostasia dentro do Templo

2 Tess 2: 3 Que ninguém vos seduza [ com uma falsa parusia - leia o contexto], de maneira alguma, porque não virá a menos que venha primeiro a apostasia.

 4 Ele se coloca em oposição e se ergue acima de todo aquele que se chame “deus” ou objeto de reverência, de modo que se assenta no templo de O Deus, exibindo-se publicamente como sendo [um] deus.

"magnificar-se-á acima de todos os outros" - Daniel 11:37

A forma do Rei do Norte controlar a congregação de pessoas que testemunharam a revelação de Jesus Cristo por meio do Espírito Santo foi por assentar no Templo de O Deus  - uma coisa repugnante - Um Alto  - Um Corpo Governante. (Lucas 16:15)

     O Papa de Betel - "Primeiro vem a apostasia".

Em alguns meses atrás, em "uma só tacada" (ou braçada) toda a congregação de cristãos ungidos tiveram que se sujeitar ao Governante (Baal) que se "pôs de pé"  -  ergueu-se acima de todo aquele que se chame “deus”. 

Segundo o seu bel-prazer, o Corpo Governante se enalteceu e magnificou-se acima de todo "deus", auto proclamando-se como o Escravo Fiel e Discreto.

(A primeira vez que eu publiquei esse tema (Ergue-se acima) não esperava que Betel erguesse o seu Papa no Templo tão cedo)

Uma característica constante da Babilônia (Babel) é a estrutura hierárquica "piramidal". Esse é o principal fruto dessa "árvore". E mais do que nunca na história, a "Torre de Vigia" se tornou a "Torre do Comando".

Essa foi uma boa tentativa de Governar, se possível, os escolhidos e Infelizmente, muitos dos "convidados" preferem sentar-se no trono da Fera, quais "meretrizes" (Rev 17:5). (Atos da Jerusalém Apóstata - Leia o Livro de Isaías , Jeremias e Ezequiel)

                          O TRONO DA FERA

                                        "Habemus Papam"
"Não chameis a ninguém na terra de vosso Governante" - Mt 23:9.10


"Não chameis ninguém na terra de vosso Papa" - Mt 23:9-10

Assim, não existe uma organização religiosa que não seja igual, irmã, filha de Babel.
Todas elas gritam em uníssono: "Habemus Papam!"

Satanás está assentado em seu "trono" liderando a "Organização de Jeová" por meio de seu "corpo". Assim como ele esteve nos dias em que Jesus pisou na terra. (João 8:44)

O objetivo da "organização" foi obtido: sentar-se sobre "muitas águas". (Rev 17:15) 


Isaías 66:6 Há o som de um rebuliço procedente da cidade, um som procedente do templo! É o som de Jah retribuindo aos seus inimigos o que merecem.

Rev 18:4 E ouvi outra voz saída do céu dizer: “Saí dela, povo meu, se não quiserdes compartilhar com ela nos seus pecados e se não quiserdes receber parte das suas pragas.

Revelação 16:10 E o quinto derramou a sua tigela sobre o trono da fera. E o seu reino ficou obscurecido, e começaram a morder as suas línguas de dor, 11 mas blasfemaram o Deus do céu por causa das suas dores e das suas úlceras, e não se arrependeram das suas obras.


Falsa Presença: No Sentido do que o dia de Jeová está aqui
Corpo Governante - O Papa de Betel - Apostasia no Templo
Ergue-se Acima: A Torre de Babel
Avistando a Coisa Repugnante: Hora de Correr
Joio - Assentado no Templo - Homem contra a Lei
Colocaste à prova os que se dizem Fiel e Discreto?
Desmantelando o dogma de 1914
Rei do Norte - parte 1
O Rei do Norte - Babel - parte 2
Não chameis ninguém na terra de vosso Baal (Governante)