sábado, 28 de setembro de 2013

O Rei do Norte age com eficiência - parte 2

Vamos continuar analisando mais um aspecto do fiasco produzido nas publicações da Sociedade Torre de Vigia em relação ao livro de Daniel capítulo 11.

Vamos atentar para um detalhe importante nesse capítulo, que é a expressão "o tempo do fim."

Por exemplo, lemos no verso 35 do capítulo 11 de Daniel:

Daniel 11:35 E far-se-á que tropecem alguns dos que têm perspicácia, a fim de se fazer uma obra de refinação por causa deles, e para se fazer uma limpeza e um embranquecimento, até o tempo do fim;  porque é ainda para o tempo designado.

Note o que a editora WatchTower tem a dizer sobre o termo "tempo do fim" desse verso, em seu livro, página 275, parágrafo 10 :



"Portanto, em Daniel 11:35, "o tempo do fim" deve se referir ao fim do período de tempo necessário para o povo de Deus ser refinado enquanto persevera o assalto do rei do norte. O tropeço evidentemente terminou no tempo designado por Jeová"- WatchTower - Profecia Daniel, pag 275


É ai que mora o engano!

Se tem um hábito constante nas interpretações oriundas da WatchTower é desconsiderar completamente o contexto do relato, a fim de ajustar o texto aos seus próprios interesses (Um exemplo disso é a interpretação do termo "outras ovelhas" - leia aqui)

Se ler o capítulo 11 de Daniel, livre de fermentos, notará que o termo "o tempo do fim" se refere aos acontecimentos que iniciam no verso 40 em diante do capítulo 11.

Lemos:
Daniel 11:40  “E, no tempo do fim, o rei do sul se empenhará com ele em dar empurrões, e o rei do norte arremeterá contra ele com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios; e ele há de entrar nas terras, e inundar, e passar..... ..... .....


De modo que, quando lemos no verso 35:

Daniel 11:35
 até o tempo do fim;  porque é ainda para o tempo designado. 


Não precisamos inventar falsas conjecturas (como Betel faz em suas publicações), fica claro que o texto está se referindo ao "tempo do fim" descrito no versículo 40 em diante.


Ou seja,  esse capítulo 11 de Daniel , especialmente a partir do verso 28, vai descrevendo uma série de eventos, envolvendo a congregação de Jesus Cristo, que ocorrem ANTES do "Tempo do Fim" (prelúdio)...e vai aumentado a "tensão"....até culminar no propriamente dito "Tempo do fim" - a partir do verso 40. 


Obviamente A WatchTower, com sua doutrina de 1914, tem um grande problema com a Verdade, pois segundo ela, o "Tempo do fim" , começa Antes do verso 40!!!!


Para Betel, o tempo do fim começa no verso 27  
Conforme o dogma de 1914, Betel teve que manipular e adequar o "Tempo do Fim", para começar a partir do verso 27. 
Assim Betel ardilosamente fecha os olhos para o contexto para manter o seu dogma.


       O Tempo do fim - Sinteleia - A terminação

O termo  "tempo do fim" descrito a partir de Daniel 11:40, usa a mesma palavra usada para "terminação", é a famosa SINTELEIA.

Note como Daniel 11:40 é traduzido na versão Septuaginta :



Note a palavra  συντελείας ou synteleίas - usada para significar terminação.


Essa palavra συντελείας ou synteleίas é exatamente a mesma que encontramos no famoso verso de Mateus 24:3, onde lemos: 

Mateus 24:3 Enquanto estava sentado no Monte das Oliveiras, aproximaram-se dele os discípulos, em particular, dizendo: “Dize-nos: Quando sucederão estas coisas e qual será o sinal da tua presença e da terminação [synteleίas] do sistema de coisas?”


Note a palavra συντελείας ou synteleίas na versão Septuaginta em Grego de Mateus 24:3





De modo que a Tradução do Novo Mundo poderia [DEVERIA] verter o texto de Daniel 11:40, da mesma forma que ela verteu Mateus 24:3:



Daniel 11:40 “E, na terminação [συντελείας / synteleίas] do sistema de coisas, o rei do sul se empenhará com ele em dar empurrões, e o rei do norte arremeterá contra ele com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios; e ele há de entrar nas terras, e inundar, e passar. 

Contudo, fiel à profecia, os que abandonam o pacto sagrado preferem ardilosamente manter o dogma, a operação do erro, de que a terminação começou em 1914. (2 Tess 2:1-12)
Eles Governam/Reinam sobre milhares de pessoas apoiados nesse dogma/absinto, da mesma forma que o Papa reina por meio do dogma da Trindade. Mantêm as testemunhas cativas em Babilônia - O Império das Mentiras e do Engano. (Rev 18:4)

Quando a profecia dizia que o Rei do Norte (rei de Babel) agiu com eficiência (Daniel 11:30) - não estava de brincadeira.

No próximo artigo, continuaremos expondo as ações do Rei do norte com aqueles que abandonaram o pacto sagrado. 

Leia também:

Falsa Presença: No Sentido do que o dia de Jeová está aqui
Corpo Governante - O Papa de Betel - Apostasia no Templo
Joio - Assentado no Templo - Homem contra a Lei
Colocaste à prova os que se dizem Fiel e Discreto?
Desmantelando o dogma de 1914
Rei do Norte - parte 1
As outras ovelhas - quem realmente são?
O Dia em que Noé entrou na Arca - Terminação



domingo, 22 de setembro de 2013

O Rei do Norte age com eficiência

Se tem uma publicação que entrará para o arquivo morto da WatchTower é o livro "Preste Atenção à Profecia de Daniel".

Se tem um tema que demonstra a completa escuridão que envolve as testemunhas de Jeová é a identidade do Rei do Norte.

Nesse artigo veremos  o verdadeiro motivo da inabilidade dentre as testemunhas de identificar o Rei do Norte.

Comecemos  analisando os versos de Daniel 11:30, onde lemos:

 “E ele [Rei do Norte] realmente voltará e lançará verberações contra o pacto sagrado e agirá com eficiência; e terá de voltar e dará consideração aos que abandonam o pacto sagrado. 31 E erguer-se-ão braços procedentes dele; e eles hão de profanar o santuário, o baluarte, e remover o [sacrifício] contínuo. - Daniel 11:30

Em sua publicação "Preste atenção à profecia de Daniel", página 265,  a Torre de Vigia faz o seguinte comentário sobre esses versos:





A Torre de Vigia afirma que os que abandonaram o pacto sagrado são os Líderes da Cristandade.

Esteve os Líderes da Cristandade pactuados com Deus por volta de 1935 - época na qual Hitler supostamente os profanou?

Note que a profecia de Daniel diz sem rodeios que os "desertores"  estavam sim pactuados e não que meramente afirmavam estar pactuados. Tanto que o "santuário" se torna alvo da profanação.

O alvo do rei do Norte foi justamente aqueles que participam do pão e do vinho. Os cristãos ungidos se tornam as vítimas do Rei do Norte.

                                 "e agirá com eficiência"

A eficiência da infiltração do Rei do Norte é comprovada pela total desorientação sobre o tema dentre as testemunhas. Há muito o rebanho fora vendido "àquela Raposa".

A respeito da atual identidade do Rei do Norte, tudo que a WatchTower covardemente tem a oferecer é (página 281):


  "Somos sábios em não especular" - Watchtower sobre a identidade do Rei do Norte. página 281

Não clama a Watchtower contundentemente estar vivendo há quase um século "no tempo do fim" desde 1914???

A Watchtower cai no próprio buraco que ela cavou:

Daniel 12:4 “E quanto a ti, ó Daniel, guarda em segredo as palavras e sela o livro até o tempo do fim. Muitos [o] percorrerão, e o [verdadeiro] conhecimento se tornará abundante.”

No tempo do fim não há segredos que precisem ser "especulados". 
No "tempo do fim" ou "terminação" não há profecias seladas para quem é Verdadeiro seguidor de Jesus Cristo.
(Apenas isso já é prova que "o tempo do fim" ou terminação não iniciou em 1914)

Então testemunhas, que há 100 anos estão no tempo do fim, quem é o rei do Norte?

Fiel há profecia, o Rei do Norte "agiu com eficiência".

Ele está infiltrado em vosso meio, Governando-os, no topo. (2 Tess 2:1-12)


Testemunhas de Jeová: A Imagem da Nova Ordem Mundial

A próxima guerra mundial será chamada de "Armagedom" pelas Testemunhas. E o que vem depois dessa guerra de "Novo Mundo".

(Essas guerras físicas só cumprem o propósito de desencaminhar os cristãos - A Verdadeira batalha profética é Espiritual )

O Rei do Norte se assenta no Templo para Governar
Os braços do Rei do Norte
A parte final da Verberação
A Pirâmide Organizacional

sábado, 7 de setembro de 2013

Pensais que por meio delas tereis vida eterna

Frequentemente sou interrogado a respeito da seguinte pergunta:
                             "Onde está a Verdade?"

Como você responderia a essa pergunta?

Para as testemunhas de Jeová (e por analogia, a qualquer outra organização religiosa ) a "verdade corresponde  pertencer à Organização"

Quer dizer, pra elas a verdade significa seguir as definições e ensinos promulgados pelo Corpo Governante (leia-se "Papa" caso você seja um Católico)

 Quando falamos em "A Verdade" a testemunha pensa em termos de:

 1) Assistir às reuniões no salão do reino regularmente
 2) Participar regularmente no ministério de campo
 3) Ter uma conduta exemplar (não ser adúltero, nem fornicador, nem ladrão, nem homossexual, etc)
 4) Obedecer e apoiar incondicionalmente o ensino advindo do Corpo Governante, considerado o "Escravo Fiel e Discreto".

O "sistema de coisas" das testemunhas afirma que a pessoa que faz os itens descritos acima  (1, 2 , 3 , 4)  "está na Verdade" e que por seguir esse "sistema de coisas" a pessoa se torna justa (justificável) perante Deus.
Não é à toa que as testemunhas se esforcem tanto em seguir esses quatro itens (especialmente o quarto).
E se você praticar esses itens , especialmente o quarto,  não terá maiores problemas com as testemunhas ("e nem com Deus" - segundo elas).

E de onde as testemunhas tiraram esses 4 itens "da Verdade" ?
"Das Escrituras" - diriam as testemunhas.

E é exatamente aí que mora o problema.
As testemunhas foram enlaçadas na mesma arapuca que os fariseus:

João 5:39 “Pesquisais as Escrituras, porque pensais que por meio delas tereis vida eterna; e estas mesmas são as que dão testemunho de mim. 40 Contudo, vós não quereis vir a mim para ter vida."

As Escrituras per si não são A Verdade. As Escrituras indicam (testemunham) ONDE ESTÁ A VERDADE.

Ilustremos: Suponha que você tenha um mapa que lhe diga onde está o tesouro.

Será que por em prática as instruções do mapa o tornará rico? Não.
Será que por em prática as instruções do mapa fará a pessoa ter uma vida satisfatória? Não.
O que o tornará rico e com uma vida de "riquezas" é desenterrar e USAR O TESOURO.
É o tesouro que possui valor , não o mapa em si.

                     Você trocaria o tesouro pelo mapa???

João 5:39 “Pesquisais as Escrituras, porque pensais que por meio delas tereis vida eterna; e estas mesmas são as que dão testemunho de mim. 40 Contudo, vós não quereis vir a mim para ter vida."

As testemunhas depositam toda sua esperança no mapa e não no tesouro: "vós não quereis vir a mim para ter vida."

O que é o Tesouro? O que é A VERDADE?

a benignidade imerecida e a verdade vieram à existência por intermédio de Jesus Cristo. (João 1:17)

Jesus disse-lhe: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. (João 14:6)

"Contudo, vós não quereis vir a mim para ter vida" - Ficaram com o mapa e não com o tesouro.

No dia 21 de fevereiro de 2012 foi a última vez que eu participei como "ancião" numa reunião de "anciãos e mestres da Lei" na sinagoga Vila Bastos em Santo André.
Eu levei comigo, além da Bíblia, o seguinte rascunho que eu usei quando foi minha hora de falar:
"Problema:   irmãos com 20 - 30 anos perseverando.....mas não podem fazer oração na congregação....devido poucas horas de campo...e serem irregulares nas reuniões...(razões infundadas)
Oração do Fariseu Auto-Justo e do cobrador de impostos (Lucas 18:9-14)
O "pecador" "desceu para sua casa provado mais justo".
Faculdade..perder reunião...só quem é rico poderá fazer a faculdade sem perder reunião..é uma questão entre ser: rico X pobre
é necessário que o fortes..se façam um pouco mais fracos..para que os fracos pareçam ser mais fortes."

 Li também, conforme o sentido abaixo:

“Duas testemunhas de Jeová subiram ao salão do reino  para orar, um sendo ancião e o outro inativo.  O ancião estava em pé e começou a orar as seguintes coisas no seu íntimo: ‘Ó Deus, agradeço-te que não sou como o resto dos publicadores, irregulares, não se preparam para as reuniões ou mesmo como este inativo. Participo duas vezes por semana no campo, dou o décimo de todas as coisas que adquiro na caixinha de contribuição.’  O inativo, porém, estando em pé à distância da tribuna, não estava nem disposto a levantar os olhos para o céu, mas batia no peito, dizendo: ‘Ó Deus, sê clemente para comigo pecador.’ Digo-vos: Este homem desceu para sua casa provado mais justo do que aquele homem; porque todo o que se enaltecer será humilhado, mas quem se humilhar será enaltecido.” (conforme Lucas 18:10)

Depois de ler, eu disse aos "anciãos": Se Deus se agrada mais dessas orações, por que impedimos justamente as pessoas que realizariam orações como essa, pessoas que vão voltar para suas casas provadas mais justas, de a realizarem aqui entre nós ?

A resposta dos "anciãos e mestres da Lei" veio em forma de uma enxurrada de "cartas organizacionais , ministérios do Reino , etc, etc, etc"
Mas em suma, a resposta foi:

"Eles tem que ser exemplos "
"É responsabilidade orar no salão" (Como que se o salão do Reino fosse a casa de Deus) -Demolindo o Salão do Reino - qual poste sagrado , O Verdadeiro Betel

Na cabeça deles, eles pensam que são justos. Assim eles acham: "eles têm que ser justo como nós"

O grande problema para esse homens, é que para eles, "A Verdade" é justamente os itens:

 1) Assistir às reuniões no salão do reino regularmente
 2) Participar regularmente no ministério de campo
 3) Ter uma conduta exemplar (não ser adúltero, nem fornicador, nem ladrão, nem homossexual, etc)
 4) Obedecer e apoiar incondicionalmente o ensino advindo do Corpo Governante, considerado o "Escravo Fiel e Discreto".

        Eles não poderiam estar mais longe da Verdade. (Lucas 16:15)

João 5:39 “Pesquisais as Escrituras, porque pensais que por meio delas tereis vida eterna; e estas mesmas são as que dão testemunho de mim. 40 Contudo, vós não quereis vir a mim para ter vida."

               "Contudo vós não quereis vir a mim para ter vida."

Aqueles anciãos e mestres da Lei da sinagoga não perceberam e não percebem que foi justamente a Verdade que eles rejeitaram. A Verdade está nos ensinamentos e nas ações de Jesus Cristo. E Apenas nele. (Ninguém vem ao Pai senão por mim - Jo 14:6)

          "E fazeis muitas coisas semelhantes a esta.” (Marcos 7:13)

Por exemplo, os ensinos teológicos das testemunhas em relação às profecias são completamente efêmeros. O tempo que o diga: "Volta de Cristo em 1874, ressurreição "dos fiéis" em 1925, fim das religiões em 1918, fim do mundo em 1975, geração de 1914 não passará..."E fazeis muitas coisas semelhantes a esta.”

Contudo "Ai" de quem duvidou dessas doutrinas antes de expirarem os prazos de validade!!!

O problema em si não é fazer interpretações erradas....O problema é como tratamos o nosso próximo:
O problema é eles julgarem e "matarem" socialmente  todo aquele que não dobrar seus joelhos aos ensinos e práticas advindas do Governante.

Eles "matam" por causa dos seus próprios ensinos e tradições.

Assim eles deixam de cumprir o Mandamento da Verdade: "Ame o próximo: - o inimigo - o apóstata - o pecador  - como a ti mesmo".
Fazem o que é "contra a lei" por causa da Tradição (Ensinos / Dogmas).

Ao encontrar na rua um par de testemunhas, eu fui até elas e disse:
"Parai de trabalhar pelo alimento espiritual que apodrece" - João 6:27

Elas retrucaram: "Estamos fazendo discípulos...somos os únicos que fazemos isso..."

Eu lhes disse a verdade:
"percorreis o mar e até "as partes mais distantes da terra" para fazer um discípulo, e, quando se torna tal, fazeis dele objeto para a Geena duas vezes mais do que vós mesmos." (Mateus 23:15)

(a resposta delas foi a padrão das testemunhas quando não há mais argumentos:  - te chamar de Belzebu)

Quanto às obrigações "morais" das Testemunhas de Jeová: não ser adúltero, não ser ladrão, nem fornicador, etc, etc, etc - não difere em nada das obrigações morais de um "grão-mestre" maçom. Muitos ateus também têm a mesma moralidade. Isso em si não faz da pessoa um cristão. Sem Jesus Cristo, tal "moralidade" não passa de uma tentativa de encobrir a nudez. (Gênesis 3:7)

Enquanto "não quiserem vir a Jesus Cristo para terem vida", continuarão pensando "que por meio delas terão vida eterna", continuarão a usar as Escrituras como "Sparlock", o guerreiro mágico.

Sem dúvida, "muitos dirão naquele dia":
1) Assisti às reuniões no salão do reino regularmente
2) Participei regularmente no ministério de campo
3) Tive uma conduta exemplar (não ser adúltero, nem fornicador, nem ladrão, nem homossexual, etc)
4) Obedeci e apoiei incondicionalmente o ensino advindo do Corpo Governante, considerado o "Escravo Fiel e Discreto".

(Mateus 7:22)