sábado, 31 de agosto de 2013

Puseste à prova os que se dizem 'Fiel e Discreto' ?

"...e que puseste à prova os que se dizem apóstolos, mas não são, e que os achaste mentirosos." - Revelação 2:2

Para os que governam por meio da autoridade religiosa, não existe um 'pecado' pior que alguém possa cometer do que questionar, por à prova, os ensinos promulgados pelo 'governante' religioso. Na prática, duvidar deles equivale à duvidar de Deus.

De modo que os que 'se chamam de apóstolos' via de regra justificam 'em Jesus Cristo' qualquer ato prejudicial afligido sobre aqueles que não os aceitaram/aceitam como tais.

Pense num ato que é em si mesmo prejudicial.

Exemplificando:
Em meses passados, perguntei nas ruas o seguinte para as pessoas:

"Um irmão de sangue não falar mais com o outro, é algo bom ou ruim em si mesmo?"

As pessoas responderam-me: "ruim". Ou seja, é um fruto ruim. É uma prática ruim.

Existe algum motivo que torne essa prática justa, quer dizer, justificável?

Jesus foi direto ao ponto:
Mateus 7:18 a árvore boa não pode dar fruto imprestável, nem pode a árvore podre produzir fruto excelente. 

Aí Jesus conclui com:
Mateus 7:20 Realmente, pois, pelos seus frutos reconhecereis estes [homens].

"Estes homens" - de quem Jesus estava falando?

“Vigiai-vos dos falsos profetas que se chegam a vós em pele de ovelha, mas que por dentro são lobos vorazes.

Ou seja, Jesus estava falando daqueles "que se dizem apóstolos".
A fim de perpetuar sua governança religiosa, 'os falsos profetas' estão dispostos a produzir frutos/ações imprestáveis. 

João 16:2 [Os] homens vos expulsarão da sinagoga. De fato, vem a hora em que todo aquele que vos matar imaginará que tem prestado um serviço sagrado a Deus.

Embora os que se "dizem apóstolos 'Fiel e Discreto' de Jesus" reconheçam que são pessoas imperfeitas (pecadores), contudo, na prática, estes se consideram "Altos ou Postes sagrados" no qual todos devem obedientemente curvar-se. 

O Corpo rei, 'qual poste sagrado', que Governa as pessoas "em toda a terra habitada" 'em nome de Jeová' coloca os dissidentes na posição descrita abaixo:

Daniel 3:3 Naquele tempo reuniram-se os sátrapas, os prefeitos e os governadores, os conselheiros, os tesoureiros, os juízes, os magistrados policiais e todos os administradores dos distritos jurisdicionais para a inauguração da imagem [Imagem da FERA - Governo Mundial Organizacional] erigida por Nabucodonosor, o rei [O Governante - BAAL], e estavam de pé diante da imagem erigida por Nabucodonosor. 4 E o arauto [Sentinela] clamou em alta [voz]: “Diz-se a vós, ó povos, grupos nacionais e línguas [TODA A TERRA HABITADA], 5 que, quando ouvirdes o som da buzina, do pífaro, da cítara, da harpa triangular, do instrumento de cordas, da gaita de foles e de toda sorte de instrumentos musicais, vos prostreis e adoreis a imagem [Organização do Governo Mundial] de ouro erigida por Nabucodonosor, o rei. 6 E quem não se prostrar e [não] adorar, será no mesmo instante lançado dentro da fornalha de fogo ardente. [Morrerá na Geena] ” 7 Por causa disso, ao mesmo tempo em que todos os povos ouviam o som da buzina, do pífaro, da cítara, da harpa triangular, do instrumento de cordas e de toda sorte de instrumentos musicais, todos os povos, grupos nacionais e línguas prostraram-se [e] adoraram a imagem de ouro erigida por Nabucodonosor, o rei.

É a mesma condição prevista em Revelação capítulo 13:11-18

Embora se apresentem numa imagem "de justiça perante os homens",assim como uma imagem fundida, tais 'postes sagrados' são uma coisa repugnante à vista de Deus - Lucas 16:15.

Afim de não se dobrar perante a imagem de 'Baal' (o Governante) ou 'poste sagrado' é fundamental colocá-los à prova.

Obviamente o 'Baal hodierno' tem ameaçado com toda sorte de desgraças àqueles que desafiam sua autoridade. Contudo, isso (os frutos imprestáveis) apenas fornece mais provas da sua verdadeira natureza.

Quando a resposta de alguém que está sendo colocado à prova vem por meio de ostracismo e ameaças de 'morte', é porque de fato 'os achastes mentirosos'.

Revelação 2:2 ‘Conheço as tuas ações, e o teu labor e a [tua] perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que se dizem apóstolos, mas não são, e que os achaste mentirosos.  


Revelação 2:9 ‘Conheço a tua tribulação e pobreza — mas tu és rico — e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e que não são, mas que são sinagoga (Corpo) de Satanás.

                               A árvore boa não pode dar fruto imprestável - Mateus 7:18


Um Rebanho Vendido e Marcado: A Imagem da Nova Ordem Mundial
Sentados sobre muitos povos
A Parte Final da Verberação
No sentido de que o dia de Jeová está aqui
Colocando o dogma de 1914 à prova

sábado, 17 de agosto de 2013

Um Rei que passa despercebido - tem olhos mas não podem ver

Analisemos a frase abaixo contida na revista A Sentinela w12 1/8 pp. 16-17:


Quando Davi ainda era menino, Deus o escolheu para ser o rei de Seu povo, Israel. Quando Davi morreu, Salomão, a quem Jeová havia escolhido, ocupou o “trono de Jeová” . (1 Crônicas 28:4, 5; 29:23) Depois que Salomão morreu, muitos reis governaram em Jerusalém, mas a maioria foi infiel. Por fim, Jeová permitiu que os exércitos de Babilônia destruíssem Jerusalém e removessem seu rei. Isso aconteceu em 607 AEC. Desde aquele ano, nenhum rei da linhagem de Davi governou na cidade de Jerusalém. — Leia Ezequiel 21:27 - w12 1/8 pp. 16-17.

O artigo transmite as seguintes premissas ou asserções básicas:
 - Davi reinou sobre o povo de Deus, quer dizer, Davi foi rei de Israel, em Jerusalém.
 - Salomão reinou sobre o povo de Deus. Salomão "sentou no trono de Deus", ele foi rei de Israel em Jerusalém.
- Outros homens, foram reis em Jerusalém - mesmo que infiéis. 
 - A partir de 607 AEC, nenhum rei da linhagem de Davi governou na cidade de Jerusalém.

O restante do artigo de A Sentinela (w12 1/8 pp. 16-17) usa a premissa: "A partir de 607 AEC, nenhum rei da linhagem de Davi governou na cidade de Jerusalém" para fundamentar o seu ensino (dogma) a respeito da data de 1914. 

        Um Rei passa despercebido - Que rei é esse?

Os "olhos" dos "formuladores" da doutrina de 1914 viram a Davi como rei do povo de Deus. Quais eram as prerrogativas de Davi? Foi ungido, recebeu espírito santo, um grande guerreiro matador de filisteus, possuiu riquezas, morou numa grande casa ou palácio (fato que o fez achar que Deus também queria um).

Os olhos dos "compositores" do ensino de 1914 também conseguiram ver a Salomão como rei: teve sua oração atendida sobremaneira, construiu o Templo, testemunhou a presença de Deus nesse Templo, teve muitas riquezas e sentou num belo trono material.

Os olhos dos que endossam 1914 também conseguiram visualizar "outros homens" como rei em Jerusalém - homens que até mesmo fizeram seus filhos passarem pelo fogo, como oferta à Moloque.  

A partir de 607 a.C, os olhos se fecharam: (providencialmente, afinal 1914 precisaria ser mantido )
"A partir de 607 AEC, nenhum rei da linhagem de Davi governou na cidade de Jerusalém" 

O que faz de um homem rei?
Que atributos e qualificações existiram em Davi, Salomão e até outros que não foram encontradas em ninguém mais "a partir de 607 AEC" ??

Indo direto ao ponto: Por que Jesus não está na lista de reis que reinaram em Jerusalém, assim como estão Davi, Salomão e ainda "muitos reis" - conforme o artigo da sentinela ? 

Talvez seja devido aos pontos abaixo?

- Um palácio:
Diferente de Davi, Salomão e outros, Jesus não tinha um palácio para onde deitar a cabeça. (Mateus 8:20, Lucas 21:37)

- Um trono glorioso:
Um trono geralmente reflete a glória daquele homem que senta sobre ele. Davi , Salomão e outros sentaram-se sobre as suas glórias.
Jesus, por sua vez não aceitava tal glória. João 5:41, 6:15 

- Servos e empregados:
Se tem uma coisa que realmente Davi, Salomão e outros tiveram que Jesus não teve foi "escravos" (para fins materiais) - atualmente mais conhecidos como "trabalhadores" ou "empregados" (Mateus 20:25-28, João 13:4-6)

Se Jesus tivesse morado num grande palácio, sentado num glorioso trono, e mandado em milhares de empregados - teria então Jesus se qualificado para entrar na lista de reis em Jerusalém? Teus olhos passariam a enxergar a Jesus como rei em Jerusalém?


João 1:49 Natanael respondeu-lhe: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel.”

 "mas, eis que algo mais do que Salomão está aqui."(Lucas 11:31)

Portanto:
Se Salomão é considerado "rei", quanto mais deveria Jesus ser considerado rei.

O reinar de Jesus Cristo em Jerusalém constituiu em realizar as obras que o próprio Deus faria na terra.
Jesus é a definição (implementação) do que significa reinar do ponto de vista de Deus.

                "Jerusalém, Eis o teu Rei"

Jesus foi o único rei de Jerusalém capaz de Reinar à maneira de Deus.
Jesus foi o único rei em Jerusalém capaz de cumprir a profecia - 

Mateus 21:4-10

4 Isto aconteceu realmente para que se cumprisse o que fora falado por intermédio do profeta, que disse: 5 “Dizei à filha de Sião: ‘Eis que o teu Rei está vindo a ti

João 12:12 No dia seguinte, a grande multidão que tinha vindo à festividade, ao ouvirem que Jesus vinha a Jerusalém, 13 tomaram ramos de palmeiras e saíram ao encontro dele. E começaram a clamar: “Salva, rogamos-te! Bendito aquele que vem em nome de Yah, sim, o rei de Israel!” 14 Mas, tendo Jesus achado um jumentinho, sentou-se nele, assim como está escrito: 15 “Não temas, filha de Sião. Eis que vem o teu rei, sentado num filho de jumenta.” 

            "Jerusalém, Eis o teu Rei" - Jesus




Para a doutrina de 1914 e seus apologistas, Jesus precisa ficar de fora da lista de reis de Jerusalém. Eles tem olhos, mas não podem ver o rei.

Mas a melhor resposta do motivo de Jesus Cristo não estar na lista da WatchTower dos reis que reinaram em Jerusalém, é o próprio Jesus quem deu:

Em resposta, Jesus disse-lhe:“Digo-te em toda a verdade: A menos que alguém nasça de novo, não pode ver o reino de Deus.” - João3:3


Artigos:
http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/05/carta-sobre-parousia-e-1914.html

http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/10/quem-nao-honrar-o-rei-filho-nao-honra-o.html

http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/11/e-meu-pai-quem-me-glorifica-jesus.html

http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/08/indice-por-assuntos.html

sábado, 3 de agosto de 2013

10%

Lemos abaixo alguns trechos de publicações da WatchTower explicando a sua principal base doutrinária: a doutrina de 1914. Farei uma breve análise de cada citação.

(I) "8 Pouco depois de ter sido entronizado no Reino celestial em 1914, Jesus passou a suprir as necessidades espirituais do povo fiel de Deus na Terra."
 - cl cap. 8 pp. 77-86
Compare essa declaração com: 

(II) my hist. 104
 - Ele [Jesus] começou a subir ao céu…. Daí, uma nuvem o escondeu, e os discípulos não o viram mais. Jesus foi para o céu, e passou a reinar dali sobre os seus seguidores na terra.

Perguntas - Comparando (I) e (II):
Se Jesus foi para o céu e passou a reinar, não estaria ele então entronizado Rei no Reino celestial antes de 1914? Afinal, ele foi para o céu....e se tornou rei no céu...
Se Jesus "passou a reinar dali sobre os seus seguidores na terra" será que Jesus passou a suprir as necessidades espirituais do povo fiel de Deus na Terra? Ou ele teve que esperar até 1914? (Compare I e II)


(III) Quando Jesus ascendeu ao céu, não começou a reinar sobre os povos do mundo imediatamente. w02 1/10 pp. 17-22
    Compare com:

(IV)
w13 15/2 pp. 17-21
É o “dia do Senhor”, que começou quando “o reino do mundo tornou-se o reino de nosso Senhor e do seu Cristo”.
Esse dia começou em 1914, com o nascimento do Reino messiânico no céu

Quem Realmente Governa o mundo?
Se o reino do mundo tornou-se o reino de Jesus em 1914, por que atribuir o reino do mundo ainda à outro?

Se Jesus ainda não governa o mundo, será que o reino do mundo tornou-se o reino de nosso Senhor e do seu Cristo???

Se o Diabo ainda governa "o reino do mundo", então ele ainda não foi expulso dos céus. "As estrelas governantes ainda não caíram do céu" - Mateus 24:29
O Diabo reina no mundo por meio das "estrelas religiosas"....

                   "Um curto período de tempo"

Lemos em Revelação 12:12 "Ai da terra e do mar, porque desceu a vós o Diabo, tendo grande ira, sabendo que ele tem um curto período de tempo.”

Se o reino messiânico durará mil anos literais, então o termo "um curto período de tempo" tem que ser literal.

Se mil anos literais é considerado um longo período de tempo, quantos anos literais corresponderiam há "um curto período de tempo"?
Se toda a duração do reinado messiânico é de 1000 anos, quanto então seria "um curto período de tempo"?

(2014 - 1914)/1000  = 10%

A WatchTower está Matematicamente Errada.

Isaías 28:20 Pois o leito mostrou-se curto demais para se estirar nele, e o próprio lençol tecido é [demasiado] estreito para se enrolar nele. 21 Porque Yah se levantará assim como no monte Perazim, ficará agitado como na baixada perto de Gibeão, para fazer o seu ato — seu ato é estranho — e para executar a sua obra — sua obra é incomum.


http://exatoverdade.blogspot.com.br/2012/12/nao-vades-apos-eles.html