terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Dedicação, Shekinah e o Reino

Recentemente mais um edifício de "areia e cimento" feito pelos homens foi “dedicado à Deus”.


Numa carta enviada às sinagogas, leu-se:

Ref.: Dedicação do Salão de Assembléias de ITATIBA, SP.

Prezados Irmãos:

O Corpo Governante aprovou a realização da Dedicação do Salão de Assembléias de ITATIBA, SP. Será realizada no dia 2 de fevereiro de 2013. 

Um Edifício Dedicado?Dedicado à quem? Dedicado à Jeová??
Esse tipo de evento revela uma falta de conhecimento a respeito da Verdade de Deus (tanto conceitual como histórico):

Primeiro que quem “aprova” se “algo” deve ser dedicado [santificado/separado] à Deus é o próprio Deus. É Deus quem santifica [separa] algo para si, e não algum homem governante. (João 17:17)
Por exemplo, Jeová no passado exigiu que uma tenda ou tabernáculo fosse dedicado à ele (separado para ele "habitar").
Mais tarde, Deus aprovou que um Templo na cidade de Jerusalém fosse construído e dedicado à ele.

Dedicar algo a Deus, significa santificar, colocar à parte, como Sagrado para Ele.
Tanto na dedicação do tabernáculo quanto na dedicação do Templo ocorreu um evento que denotava a aprovação de Jeová naquelas obras: O espírito santo de Jeová, representado por uma nuvem, encheu o tabernáculo e também encheu o Templo. Leia Êxodo 40:34-35, 2 Crônicas 7:1,2
(A habitação no tabernáculo)

Tal evento denota que o espírito de Jeová iria residir, habitar naquele local.
O lugar onde o espírito santo reside ou habita, simboliza “penhor”, “aprovação”, “garantia” da parte de Deus. É um testemunho de Deus, como se ele dissesse: “Eu tenho aprovado”. “Eu coloquei minha marca de aprovação nisso”.

Quando o tabernáculo e o Templo foi preenchido com a “gloriosa nuvem”, Jeová indicava que ele habitaria naquele lugar. Ele residiria naquela “casa”.
Tal manifestação do espírito é descrito como Shekinah.

Shekinah: A residência de Deus por Espírito - Teocracia

Shekinah significa “residir”, “estabelecer moradia” , “habitar”. Assim, tal evento, “shekinah” denota a presença de Deus na terra. Revela que ele estabelece a sua teocracia naquele lugar, e que portanto, tal lugar é a representação terrestre de Seu Governo.

Assim, toda dedicação (santificação) que Jeová aprovou, ocorreu o “Shekinah”, ou a manifestação, por espírito, da presença de Deus naquele lugar na terra.

Edifício dedicado à Jeova. Houve Shekinah?
De modo que o Shekinah (Deus habitar por espírito) é o mesmo que a representação de Deus na terra, ou representação do Governo de Deus na terra, ou representação da Presença de Deus na terra por espírito santo.
O lugar onde Deus coloca Seu espírito santo, esse “lugar” é a representação do Governo de Deus na terra.

Assim, percebemos que desde os dias de Moisés (ainda sem monarquia em Israel) Deus manifestou a representação de seu Governo na terra por meio do “Shekinah” (lugar onde o espírito reside: “a nuvem gloriosa”)

Assim percebemos que a “representação terrestre do Governo de Deus” de forma alguma ficou interrompida ou deixou de existir. A Habitação de Deus em Jerusalém foi reconstruída por Zorobabel por meio do Espírito Santo ( Zacarias 4:6)
E o próprio Filho de Deus reconheceu o Templo em Jerusalém com a presença de Deus (“Shekinah”):

Mateus 23:21 "e quem jurar pelo templo, está jurando por ele e por aquele que habita nele; " (Leia também Mateus 5:35)

Não é à toa que Jesus se referia àquele importante edifício como “a Casa de meu Pai” - João 2:16-17

Aquele Templo representava o Governo ou Reino de Deus.

Contudo, com o desenrolar das profecias referentes ao Messias, desde o tempo de Jesus Cristo, seria a última vez que Jeová Deus faria a sua residência em “edifício” construído por mãos humanas. (João 4:21)

À medida que o povo de Israel em sua maioria rejeitou o Messias (apenas um pequeno rebanho daquela nação se tornou ovelha de Jesus Cristo), ocorreu a regra que Jesus afirmou:

João 5:23 Quem não honrar o Filho, não honra o Pai que o enviou.
João 15:23 Quem me odeia, odeia também o meu Pai.

Ou seja, os judeus, na maioria, odiaram à Jeová! Odiaram a Deus.
Por isso Deus “estaria de mudança de sua casa”, ele não mais “habitaria” naquela casa de “areia e cimento”.

Os israelitas se orgulhavam de serem a única organização na terra (ou única nação) de Jeová, a única organização que “possuíam a Casa dedicada de Jeová”.

Note o que Jesus disse-lhes:

Mateus 23:38 'Eis que a vossa casa vos fica abandonada'

Lembre-se que a casa ou Templo em Jerusalém era onde , conforme Jesus dissera, Deus habitava. Era o lugar onde ocorreu o “Shekinah” - a manifestação da presença de Deus, quer dizer, a representação terrestre do presença de Deus, a representação terrestre do Governo de Deus.

Foi por isso que Jesus disse:
Mateus 21:43
'É por isso que vos digo: O reino de Deus vos será tirado e será dado a uma nação que produza os seus frutos.'

Sem a posse do Templo de Deus, os judeus perderam o Governo de Deus, pois é justamente a “Casa de Deus”, o lugar onde ele habita por espírito santo (Shekinah) que representa o Governo de Deus aqui na terra.

(Note portanto que a doutrina de 1914 é totalmente inconsistente quando ela associa o fim da representação terrestre do Governo de Deus à destruição de Jerusalém em 607 a.C – Os que se apegam a tal “fermento” não entendem que a representação do Governo depende única e exclusivamente do espírito santo de Deus – Shekinah – onde Deus “habita” - Mateus 12:28) 

A pergunta agora é: “Bom, se Deus não mais habitaria em Jerusalém, onde ele estabeleceria a sua residência que simboliza a representação do seu Governo pela presença de seu espírito (Shekinah – presença de Deus)? ”

Seria no monte Gerazim? Talvez perguntasse um Samaritano...

João 4:21 Jesus disse-lhe: “Acredita-me, mulher: Vem a hora em que nem neste monte, nem em Jerusalém”
24 Deus é Espírito, e os que o adoram têm de adorá-lo com espírito e verdade.”

Em vez de habitar em edifícios construídos por homens, Deus passou a habitar, estabelecer residência, “Shekinah” em seres humanos! A “nuvem gloriosa“ passou a preencher não mais “prédios dedicados”, mas sim “ovelhas de todas as nações”:

2 Coríntios 6:16 Pois nós somos templo dum Deus vivente; assim como Deus disse: “Residirei entre eles e andarei entre [eles], e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.”

1 Coríntios 3:16 Não sabeis que vós sois templo de Deus e que o espírito de Deus mora em vós? 17 ...o templo de Deus é santo, [templo] esse que sois vós.

Efésios 2:21 Em união com ele, o edifício inteiro, sendo harmoniosamente conjuntado, desenvolve-se num templo santo para Jeová.

Shekinah na dedicação do Templo de Jah - Teocracia sob o Rei do Céu, Jesus 
Quando Deus ressuscitou à Jesus Cristo e o entronizou (“Jesus passou a sentar no verdadeiro trono de Deus – no céu” - 1 Crônicas 29:23, Mateus 5:34) à Sua Destra como Rei Celestial (Atos 2:33-36, Revelação 3:21, Lucas 22:69, Efésios 1:20-21, Filipenses 2:9-11, 1 Pedro 3:22 ) , Jesus passou a operar o “Shekinah” nos filhos de Deus. (João 1:12)

Jesus, qual Rei Davi Maior restaurado no trono de Jeová, nos céus, desde 33 EC, com toda autoridade sobre os anjos dos céus e sobre o “Israel de Deus”, passou a construir o Verdadeiro e Genuíno Templo de Jeová: pessoas que recebem a presença da Deus, pessoas nas quais habita o espírito (Atos 15:14-18, 1 Crônicas 29:23, Mateus 5:34, Romanos 2:29)

Todo aquele que for um fiel súdito do Rei Jesus recebe o Shekinah:

João 7:39 No entanto, ele disse isso com respeito ao espírito que os que depositavam sua fé nele estavam para receber.

Atos 2:37 Ora, quando ouviram isso, ficaram compungidos no coração, e disseram a Pedro e aos demais apóstolos: “Homens, irmãos, o que havemos de fazer?” 38 Pedro [disse] a eles: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado no nome de Jesus Cristo, para o perdão de vossos pecados, e recebereis a dádiva gratuita do espírito santo.

João 14:23 Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se alguém me amar, observará a minha palavra, e meu Pai o amará, e nós iremos a ele e faremos a nossa residência [ Shekinah ] com ele.

E como pela própria definição, o “lugar” onde o espírito de Deus habita, esse “lugar” representa o Governo de Deus na terra.

O Cristão é aquele que Ama o Mestre e portanto é aquele que ocorre o “Shekinah”. O cristão é a representação terrestre do Governo de Deus.

Assim falar que a representação terrestre do Governo de Deus foi interrompida em 607 a.C não está em harmonia com a Verdade. De fato, fazer isso é lutar contra a Verdade.
Também se luta contra a verdade quando se dedica edifícios de “areia e cimento” à Jeová.

Faz tempo que Jeová deplorou uma administração relacionada à local geográfico de adoração. Faz tempo que Jeová deplorou uma administração baseada em dedicação de “templo de areia e cimento” feito por mãos.

Construir qualquer imagem e semelhança do que o próprio Jeová demoliu, é de fato, lutar contra a Verdade. (Gálatas 2:18)

Em vez de administrar edifícios feitos pela “carne” para ajuntar “demais mortos” que não passaram a viver (Rev 20:5, João 5:24), os que abraçam a causa da Verdade trabalham pela “manutenção” do Verdadeiro Edifício cujo construtor é o Espírito:

Romanos 8:9 No entanto, vós estais em harmonia, não com a carne, mas com o espírito, se o espírito de Deus verdadeiramente morar em vós. Mas, se alguém não tiver o espírito de Cristo, este não pertence a ele.

Em vez de conduzir “demais mortos” para os seus dedicados “edifício-túmulos- pirâmides” de “areia e cimento” a Verdadeira Boa Nova conduz os “mortos para a vida”, para o Shekinah:

João 6:63 É o espírito que é vivificante; a carne não é de nenhum proveito. As declarações que eu vos tenho feito são* espírito e são vida.

Persisti em pedir, buscar e bater pela Verdadeira Dedicação pelo espírito (Lucas 11:9-13). Para que seja um verdadeiro “salão dedicado” Shekinah – residência de Deus e representação do Seu Reino.

1 João 3:24 Ainda mais, quem observa os seus mandamentos permanece em união com ele, e ele em união com tal; e por meio disso obtemos o conhecimento de que ele permanece em união conosco, devido ao espírito que ele nos deu. [Shekinah]

Leia também:
O Verdadeiro Betel
Demolindo edifícios "sagrados"

Demolindo a torre de 1914:

- Senta-te à minha Direita, Reina
O trono de Jeová, quando Jesus sentou nele?
Dissertação sobre 1914 e Tempos dos Gentios (carta para Betel)
Quando Jesus começou a reinar no céu?
O pacto Davídico e o Líder 
- Jerusalém e o Reino de Deus
A cidade de Jerusalém e seus reis
A Casa de Davi: Ruína e Restauração
Atos do Governo de Deus após 607 AEC 
- o pecado da Monarquia em Israel
Jeová, Escolherei Jerusalém, a Embaixada do Reino
- O que é necessário para representar o Reino de Deus? 
A Casa do Líder, A Casa de Davi 
O Meu Reino - Jesus perante Pilatos 
- Quem não honrar o Filho (Jesus), não honra o Pai (Jah)
 - Quem realmente governa o mundo, os domínios de baixo?
O Escravo, já passou na prova?
Jesus foi glorificado por Jah como Rei Celestial antes de 1914
Que Rei sou eu?



4 comentários:

Anônimo disse...

Oi meu nome é Solange , andei observando seus estudos ,cheguei aqui através de um amigo de um blog de testemunha de Jeová , e lá se discute atualmente sobre a sua dissertação á respeito de 1914 , gostaria de ajudar , mas creio que há a necessidade da sua presença lá de repente , deixar brilhar a luz da palavra de Deus ser ouvida através do intermédio de Filho através do seu testemunho neste endereço :

http://www.blogger.com/comment.g?blogID=27379878&postID=1847366214705384047&isPopup=true

Até mais ,

Solange

ExatoVerdade disse...

Olá Solange, seja bem-vinda e boas pesquisas.
Tentarei contribuir no que for possível para ajudar as pessoas a entenderem a Verdade:
1)Jesus se tornou Rei Celestial quando sentou-se à Destra do Seu Pai (Jah) ainda no primeiro século
2) O reino de Deus estava sendo representado pela nação de Israel no dias de Cristo e Continuou a ser representado pelo "Novo Templo" de cristãos.
3) A única Boa Nova é sermos declarados Filhos de Deus, por meio da nossa fé no Senhor Jesus, com o Testemunho de Deus por Espírito de que estamos em união com Jesus Cristo, Filho de Jah

Vários artigos nesse blog conferem os argumentos para as declarações acima

Bruno Ferreira disse...

Atos 2:37 Ora, quando ouviram isso, ficaram compungidos no coração, e disseram a Pedro e aos demais apóstolos: “Homens, irmãos, o que havemos de fazer?” 38 Pedro [disse] a eles: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado no nome de Jesus Cristo, para o perdão de vossos pecados, e recebereis a dádiva gratuita do espírito santo.

Pergunta...
Eu preciso ser batizado em águas como pré-requisito para obter o prometido Espírito Santo?

ExatoVerdade disse...

Sim, Mateus 28:18-20

Contudo não se trata de ser batizado em Nome de nehuma organização religiosa.

Mateus 28:18 E Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: “Foi-me dada toda a autoridade*+ no céu e na terra. 19 Ide, portanto, e fazei discípulos*+ de pessoas de todas as nações, batizando-as em* o nome do Pai,+ e do Filho,+ e do espírito santo, 20 ensinando-as a observar+ todas as coisas que vos ordenei.+ E eis que estou convosco+ todos os dias, até à terminação* do sistema de coisas.”

Basta um corpo de água (piscina , rio, mar ) e outro cristão para realizar a imersão:

Atos 8:36 Então, ao avançarem pela estrada, chegaram a certo corpo de água, e o eunuco disse: “Eis um corpo de água! O que me impede ser batizado?”