sábado, 1 de dezembro de 2012

Que Rei sou eu?

Neste artigo irei demonstrar a inconsistência e a falácia lógica nos ensinos promulgados pela WatchTower em relação à exegese bíblica.


Para isso analisarei dois trechos encontrados nos livros 'Mantenha-se no Amor de Deus' publicado pela Watchtower Society página 51 e do livro 'Bíblia Ensina' página 217.
-----------------------------------------------------------

[Nota(s) de rodapé]Desde o Pentecostes de 33 EC, Cristo serve como Rei sobre sua congregação de seguidores ungidos na Terra. (Colossenses 1:13) Em 1914, Cristo recebeu autoridade régia sobre “o reino do mundo”. Por isso, os cristãos ungidos hoje também servem como embaixadores do Reino messiânico. — Revelação (Apocalipse) 11:15. (livro 'Mantenha-se no Amor de Deus' página 51)

em outubro de 1914...Jesus Cristo foi empossado como Rei celestial de Deus. ( livro 'Bíblia Ensina,' página 217 )
-----------------------------------------------------------

Assim, a doutrina base da organização alega que:
  • (A) Jesus Cristo é Rei da congregação cristã desde 33 EC
  • (B) Em 1914, Jesus se tornou o Rei Celestial (Rei do Reino de Deus)
  • (C) Em 1914, Jesus se tornou o rei do mundo
  • (D) Como Jesus se tornou Rei do mundo em 1914, a partir daí (“por isso”), os cristãos ungidos hoje também servem como embaixadores do Reino messiânico

Chamemos esses itens de alegações da Torre '(A)', '(B)' ,'(C)' e '(D)'.

Note o detalhe: a Torre de Vigia admite que Jesus recebeu um reinado desde 33 EC. Mas que, segundo ela, esse reinado era apenas “sobre a congregação de ungidos na terra” (a jurisdição).
Daí, segundo a Torre, em 1914 Jesus se torna o Rei Celestial.
E também, segundo a Torre, Jesus se torna o rei do mundo a partir de 1914.Note que a Torre cita o texto de Rev 11:15.

Agora vamos por em práticas as palavras de 1 João 4:1, onde lemos:
Amados, não acrediteis em toda expressão inspirada, mas provai as expressões inspiradas para ver se se originam de Deus”

Vamos por esse ensino de 1914 à prova:
Como a própria Organização Torre de Vigia (ambiguamente) admite em suas publicações, Jesus se tornou Rei em 33 EC (livro 'Mantenha-se no Amor de Deus' página 51). A questão agora é a seguinte:

Jesus se tornou Rei do que e de quem? Quem eram os súditos de Jesus Cristo desde 33 EC? Qual era a jurisdição do reinado que Jesus recebeu a partir de 33 EC? Era Jesus Rei apenas da congregação de ungidos conforme afirma a Torre?

Usemos as Escrituras para responder a essas perguntas:

1 Pedro 3:21, 22 Ele [Jesus] está à direita de Deus, pois foi para o céu; e foram-lhe sujeitos anjos, e autoridades, e poderes.

Assim vemos que também os anjos foram sujeitos, subordinados à Cristo, de modo que os editores do livro da organização deixaram de lado, desprezaram, a seguinte verdade Bíblica:

Desde o Pentecostes de 33 EC, Cristo serve como Rei sobre os anjos no céu.

Note o texto abaixo:
Lucas 2:13 E, repentinamente houve com o anjo uma multidão do exército celestial, louvando a Deus.

Ou seja, a partir de 33 EC essa “multidão do exército celestial”, de anjos, ficou sujeita ao Rei Jesus Cristo.

Sabe o que essa “multidão do exército celestial” deve fazer “no nome de Jesus Cristo”? Veja a resposta:

Filipenses 2:9 Por esta mesma razão, também, Deus o enalteceu a uma posição superior e lhe deu bondosamente o nome que está acima de todo [outro] nome, 10 a fim de que, no nome de Jesus, se dobre todo joelho dos no céu, e dos na terra, e dos debaixo do chão, 11 e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus, o Pai.

Portanto a “multidão do exército celestial” - dos no céu, dobra os joelhos no nome de Jesus, o Rei deles!!

Jah ,ainda no primeiro século, enalteceu o seu Filho Jesus numa posição superior, acima de todos os demais que vivem no céu! Jesus se tornou o Senhor de todos, inclusive dos que vivem no céu e não apenas da congregação de cristãos na terra! (Mateus 28:18)

Efésios 1:20 com que ele [Deus] tem operado no caso do Cristo, quando o levantou dentre os mortos e o assentou à sua direita nos lugares celestiais, 21 muito acima de todo governo, e autoridade, e poder, e senhorio, e todo nome dado, não só neste sistema de coisas, mas também no que há de vir.

Ou seja, o reino que Jesus Cristo recebeu em 33 EC é um reino “ muito acima de todo governo, e autoridade, e poder, e senhorio, e todo nome dado, não só neste sistema de coisas, mas também no que há de vir.

Após ser ressuscitado e ter ascendido ao céu, Jeová fez com que Jesus ocupasse a maior posição possível para um filho: A direita de Deus no reino do céu.

o assentou à sua direita nos lugares celestiais”

Colossenses 3:1 Se, porém, fostes levantados junto com o Cristo, prossegui buscando as coisas de cima, onde o Cristo está sentado à direita de Deus.

Hebreus 1:3 e, depois de ter feito uma purificação pelos nossos pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas. 4 De modo que ele se tornou melhor do que os anjos, a ponto de ter herdado um nome mais excelente do que o deles.

Jesus entrou em sua glória, na posição máxima no reino do céu: à destra de Deus. Não há posição mais elevada do que essa. Não exisite como estar “acima de Deus”. Jesus conquistou o cargo máximo.

Atos 3:13 O Deus de Abraão, e de Isaque, e de Jacó, o Deus de nossos antepassados, glorificou o seu Servo, Jesus
Note novamente Lucas 2:13,14
E, repentinamente houve com o anjo uma multidão do exército celestial, louvando a Deus e dizendo: 14 “Glória a Deus nas maiores alturas, e na terra paz entre homens de boa vontade.”

Atos 5:31 Deus enalteceu a este [Jesus], como Agente Principal [Rei] e Salvador, para a sua direita.

Quando Jesus Cristo assentou-se à destra de Jeová , Jesus passou a estar “nas maiores alturas”. Na posição máxima no “organograma” do Reino do Céu.


Lucas 22:69 No entanto, doravante o Filho do homem estará sentado à destra poderosa de Deus.

Atos 2:33  
33 Portanto, visto que ele foi enaltecido à direita de Deus e recebeu do Pai o prometido espírito santo,+ derramou isto que vedes e ouvis.


Estar à destra poderosa de Deus é a posição enaltecida que Jesus alcançou como Rei (posição máxima) Celestial. Outros humanos também alcançarão tal posição privilegiada reis (Rev 3:21)

Jeová delegou todas as coisas, todo poder e autoridade no céu (os "domínios de cima") nas mãos do seu Filho Amado Jesus Cristo. Este tem reinado à destra de Deus desde 33 EC sobre o Reino Celestial. Jeová, o único Deus verdadeiro delegou tudo, até Seu Espírito Santo, nas mãos do Rei Celestial Jesus Cristo:

João 16:15 Todas as coisas que meu Pai tem são minhas.
Lucas 10:22 Todas as coisas me foram entregues por meu Pai

1 Coríntios 15:25 Pois ele tem de reinar até que [Deus] lhe tenha posto todos os inimigos debaixo dos seus pés. 26 Como último inimigo, a morte há de ser reduzida a nada.*+ 27 Pois [Deus] “lhe sujeitou todas as coisas debaixo dos pés”. Mas, quando diz que ‘todas as coisas foram sujeitas’, é evidente que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas.28 Mas, quando todas as coisas lhe tiverem sido sujeitas, então o próprio Filho também se sujeitará Àquele que lhe sujeitou todas as coisas, para que Deus seja todas as coisas para com todos.

Quando Deus disse à Jesus: "Senta-te à minha Direita", Jesus sentou-se "nas maiores alturas", de modo que tudo no Céu lhe ficou sujeito.

Assim, todo o reino do céu, aquilo que Jesus se referiu como “os domínios de cima” foi entregue à Jesus em 33 EC. Jesus assentou-se no trono (foi entronizado) Rei do céu pelo próprio Jeová.
Deus oficializou o reinado de Jesus Cristo, quando lhe disse as seguintes palavras ( ainda no primeiro século d.C):

Atos 2:34 Realmente, Davi não ascendeu aos céus, mas ele mesmo diz: ‘Jeová disse a meu Senhor [Jesus]: “Senta-te à minha direita, 35 até que eu ponha os teus inimigos como escabelo para os teus pés.”’ 36 Portanto, que toda a casa de Israel saiba com certeza que Deus o fez tanto Senhor como Cristo, a este Jesus, a quem pregastes numa estaca.”

Jesus sentou-se no trono, foi entronizado, à direita de Deus, como Rei Celestial:

Rev 3:21 “eu venci e me assentei com o meu Pai no seu trono.

Assim a exegese Bíblica é clara em mostrar que Jesus recebeu o Reino do céu ainda no primeiro século e não apenas séculos mais tarde em 1914 como alega a Torre de Vigia. Assim as alegações (A) e (B) da Associação Torre de Vigia são biblicamente inconsistentes, falaciosas:
  • (A) Jesus Cristo é Rei da congregação cristã desde 33 EC
Além da congregação cristã , as Escrituras deixam claro que todos no céu estão subordinados à Jesus Cristo.

  • (B) Em 1914, Jesus se tornou o Rei Celestial (Rei do Reino de Deus)
A exegese Bíblica mostra que Jesus se tornou o Rei Celestial quando Jeová assentou Jesus à Sua destra, ou seja, quando Jesus foi entronizado como Rei do céu – nas maiores alturas.

A alegação (C) da torre é dependente das alegações (A) e (B):
  • (C) Em 1914, Jesus se tornou o rei do mundo

Assim, uma vez que Jesus se tornou o rei do Céu em 33 EC e não em 1914, essa alegação (C) é tão falaciosa como as primeiras (A) e (B) - provém da mesma doutrina de 1914.

Note que quando se trata do “reino do mundo” estamos falando à priori de uma jurisdição diferente do reino do céu.
O Reino do Céu é o reino onde Jeová, Jesus e os anjos habitam.
Já o “reino do mundo” foi identificado por Jesus como os “domínios de baixo”.

João 8:23 De modo que prosseguiu a dizer-lhes: “Vós sois dos domínios de baixo; eu sou dos domínios de cima. Vós sois deste mundo; eu não sou deste mundo.”

O rei do mundo, rei dos domínios de baixo é Satanás:

João 14:30
30 Não mais falarei muito convosco, pois o governante do mundo está chegando. E ele não tem nenhum [poder] sobre mim,

Lucas 4:5 Ele o levou assim para cima e lhe mostrou todos os reinos da terra habitada, num instante de tempo; 6 e o Diabo disse-lhe: “Eu te darei toda esta autoridade e a glória deles, porque me foi entregue e a dou a quem eu quiser.
Conforme analisado em um artigo passado, a afirmação da Torre: “Em 1914, Jesus se tornou o rei do mundo” é auto contraditória.

A Torre adota um padrão duplo de interpretação pois ela ao mesmo tempo que afirma que o rei do mundo é Jesus Cristo, ela também afirma que o rei do mundo é o Diabo!!! (vide artigo Quem realmente Governa o Mundo?)

Ainda no primeiro semestre de 2012, antes de ser expulso da "sinagoga" (salão), durante uma conversa telefônica com um ancião eu perguntei-lhe:
-----------------------------------------------------------

- “O texto de Revelação 11:15 já se cumpriu ou se refere a um evento futuro?”

Ele respondeu: “Acho que ainda não se cumpriu”

Aí eu lhe disse: “Mas você sabia que a Organização diz que essa profecia já se cumpriu no século passado??!!”

Ele respondeu: “Sim, sim...se cumpriu...é... já se cumpriu”

Ou seja, essa pessoa teve um lapso de bom senso e sensatez e razoabilidade e lógica em sua análise profética. Mas foi apenas um lapso mesmo. Quando a Autoridade Organizacional entrou no jogo, essa pessoa renunciou o bom senso e sua própria faculdade de raciocínio.
Devido à autoridade da Torre, essa pessoa mudou em questão de segundos aquilo que parecia ser correto logicamente.

De fato, a Torre de Vigia fala de sua própria autoridade. Ela cria e muda seus dogmas bíblicos baseados em sua própria autoridade. E as pessoas associadas não pensam, apenas obedecem. Renegam a própria inteligência em face à autoridade organizacional.

Quem impõe um ensinamento baseado em sua própria autoridade está buscando a sua própria glória (João 7:18)

Se no "encontro anual de 2015 das testemunhas de Jeová" os líderes dessa organização decidirem que Rev 11:15 ainda não se cumpriu. Aí aquela querida pessoa com quem eu falei no telefone vai falar:

 “Não, não... não se cumpriu..."

O que Betel vem fazendo é um proceder perigoso. Pois se tudo o que Betel ensina é baseado em sua própria autoridade organizacional, as Escrituras podem ser até mesmo desprezadas por Betel. Pois o que importa é a autoridade que Betel exerce sobre suas testemunhas.


 Vamos ao último item:

(D) Como Jesus se tornou Rei do mundo em 1914, a partir daí (“por isso”), os cristãos ungidos hoje também servem como embaixadores do Reino messiânico.

Esse item realmente é de tirar o fôlego. Está atolado até o nariz de falácias.

Colocando novamente as palavras do próprio artigo:

Em 1914, Cristo recebeu autoridade régia sobre “o reino do mundo”. Por isso, os cristãos ungidos hoje também servem como embaixadores do Reino messiânico. — Revelação (Apocalipse) 11:15. (livro 'Mantenha-se no Amor de Deus' página 51)
Note as inconsistências:

Primeiro que, os cristãos [ungidos] servem como embaixadores do Reino messiânico desde o primeiro século EC. Desde 33 EC em diante.

Ainda no primeiro século, o apóstolo Paulo declarou a respeito dos cristãos ( ou messianistas):


2 Coríntios 5:20 Somos, portanto, embaixadores, substituindo a Cristo, como se Deus instasse por nosso intermédio. Rogamos, como substitutos de Cristo: “Sede reconciliados com Deus.”

Assim a frase: "Por isso, os cristãos ungidos hoje também servem como embaixadores do Reino messiânico" é totalmente falaciosa.


Segundo: Quando Jesus se tornar Rei do mundo,ou seja, quando a profecia de Revelação 11:15 se cumprir, onde lemos:

Rev 11:15 o sétimo anjo tocou a sua trombeta. E houve vozes altas no céu, dizendo: “O reino do mundo tornou-se o reino de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.”

Nesse ponto os cristãos [ungidos] justamente deixam de ser embaixadores do reino messiânico, para serem reis do mundo junto com Jesus Cristo!!!! 

Um embaixador é um representante de um país estrangeiro, de um país distante.

Os cristãos representam o reino do céu, cujo rei é Jesus desde 33 EC. E desde 33 EC, os cristão representam aqui no mundo, como embaixadores, o reino do céu.
Os cristãos fazem parte de uma nação santa, que veio à existência em 33 EC. Essa nação santa é a representação terrestre (embaixada) do Governo de Deus. Vide o artigo Nação Santa.
(Note que alegar que o Governo de Deus deixou de ter uma representação terrestre, de 607AEC até 1914 EC é outra grande falácia proclamada pela Torre de Vigia)

Quando o reino do mundo for dado à Jesus Cristo, aí o reino do mundo vai fazer parte do reino do céu. O reino do mundo torna-se o reino do céu. O reino do céu (os domínios de cima) ganha a jurisdição (os domínios de baixo) que estava sob controle do Satanás.

Nesse ponto, o Templo de Deus (1 Cor 3:16) reina o mundo. Nesse ponto o Templo de Deus passa do estado de embaixadores (representantes) para o estado de reis da terra. (Rev 5:10)
Nesse ponto, o Templo (ou a tenda) de Deus estará com a humanidade.(Rev 21:3). Deus estará conosco, por meio de Sua tenda (templo). Emanuel. (Mateus 1:23).
Os Filhos de Deus estarão conosco, reinando o reino do mundo. (Imagine milhares de "Jesus Cristo" reinando no mundo). Lembre-se que para Jesus Cristo, reinar é servir e não ser servido.( Mateus 20:25-28)

Assim, fazendo um modelo:

Jesus rei do Céu desde 33 EC<--> cristãos são embaixadores do céu na terra (terra ainda governada pelo Diabo)

O reino do mundo torna-se o reino de Jesus --> embaixadores do céu se tornam reis do mundo. Nesse ponto, o reino do céu domina tudo.


Assim percebemos que a Verdade Bíblica é linear, coerente, lógica e livre de falácias.
Cabe ao leitor, associado à Betel, decidir se vai continuar falando mentiras ou vai dizer a Verdade.

Gálatas 4:16 Pois bem, tornei-me vosso inimigo porque estou falando a verdade?

Para mais artigos que demonstram as inconsistências a respeito da doutrina de 1914, queira ler:


Colocando a doutrina de 1914 à prova (1 João 4:1)


Nota: Eu coloquei o nome desse artigo como "Que rei sou eu?" por causa de uma música que meu avô costumava cantar quando eu tinha uns 13 anos. A música falava essencialmente de um rei que era desprezado , não era reconhecido. O refrão dizia: "Que rei sou eu?". Embora Jesus Cristo seja o rei do reino do céu desde 33 EC, à destra de Jah nas maiores alturas, muitos desprezam essa verdade em prol de suas próprias "teorias".

2 comentários:

ednilson sacramento disse...

IMPOSIÇÃO - prática do imperialismo. Devem estar seguindo um Mestre imperialista.
AFIRMAM:
"Eu falo e você concorda sem questionar".
"Quando eu mudar de idéia, você também muda de idéia".
++++
Os cúmplices aceitam, pois concordam.
++++
O RELATO ABAIXO FOI RETIRADO DA INTERNET, e também comentado positivamente por um ancião em uma "reunião de serviço" da congregação Estácio, no Rio de Janeiro:

Início do diálogo:

Olá, queridos sobrinhos Kely e Sebá!
Que bom que continuam como felizes instrumentos nas mãos de Jeová em favor da congregação e da obra do Reino.
Aproveitamos para transmitir a vocês a consideração do texto de hoje, sábado dia 9, feita pelo superintendente zonal, o irmão Daniel Molchan, que está visitando Betel nesses dias. Vejam:
Dan. 12:4 = 'o verdadeiro conhecimento se tornará abundante'.
Quanto conhecimento temos que Daniel não tinha!
Daniel sabia que viria o 'descendente', mas nós sabemos que foi Cristo Jesus.
Daniel sabia sobre o Reino vir destruir os governos humanos, mas nós sabemos que ele teve início em 1914.
Sabemos muitas outras coisas que Daniel não sabia.
Por exemplo, sabemos que haverá ressurreição dos justos e injustos.
Temos mais informações sobre o Reinado Milenar de Cristo.
O próprio arranjo da congregação cristã atualmente.
Daniel não sabia.
Temos tal conhecimento por meio de nossos próprios esforços pessoais? Não.

+++++++++ POr falta de espaço, segue em novo comentário

ednilson sacramento disse...

++++++ Continuação++++++
Todo esse conhecimento vem por meio do canal que Jeová usa, seu "escravo fiel e discreto", composto de todos os cristãos ungidos.
O porta-voz do "escravo" é o Corpo Governante, que é composto de nove (9) irmãos de cinco países diferentes.
O Corpo Governante supervisiona todo o suprimento de alimento espiritual.
Supervisiona o trabalho de Redação e Tradução da Bíblia e publicações bíblicas.
Todo esse trabalho resulta em conhecimento abundante.
Qual é a nossa atitude para com o "escravo fiel e discreto"?
Queremos apoiar de modo leal e fiel essa classe e seguir bem de perto suas instruções.
Queremos esperar pacientemente pelo alimento espiritual que ele nos provê.
Não queremos nos adiantar ao alimento espiritual provido pelo "escravo".
Exemplo: Na década de 50 um casal de irmãos se dedicou a fazer uma pesquisa sobre Romanos 13, a respeito das autoridades superiores. Chegaram à conclusão de que tais autoridades superiores não eram Jeová e Jesus, como ensinava a classe do "escravo", mas sim as autoridades governamentais desse mundo. O que fizeram?
Falaram com os anciãos e escreveram para o Escritório da sede. Porém, não ficaram satisfeitos com a resposta que receberam. Ao invés de esperarem pelo "escravo", passaram a se empenhar numa campanha em prol de sua descoberta, falando a outros na congregação, escrevendo cartas para outros irmãos, etc. Em seguida, foram desassociados por apostasia.
Depois de alguns anos, em 1962, foi dado um anúncio no Congresso de Distrito de que havia sido feito um ajuste no entendimento de Romanos 13, no sentido de que as autoridades superiores eram realmente os governos do mundo. Esse era o mesmo entendimento que o casal teve anos atrás. Mas onde estava agora esse casal? Estavam desassociados. O motivo: por não esperar o alimento espiritual no tempo apropriado provido pela classe designada por Jeová e Jesus, o "escravo fiel e discreto". Seu erro foi não reconhecer o canal de Jeová para providenciar o alimento espiritual.
Assim, sejamos leais ao "escravo" a fim de continuar a usufruir do abundante conhecimento de que Daniel profetizou.
São muitos os benefícios de nos submeter ao canal que Jeová usa hoje para supervisionar a obra mundial.
Impressionante, não é?
No final, ele proferiu algumas palavras de despedida, pois foi sua última consideração matinal para a Família de Betel do Brasil, mas ainda deverá proferir o discurso amanhã, domingo dia 10, na Reunião Especial que será feita no Salão do Reino de Betel e transmitida para os 24 Salões de Assembléias no país. Cremos que deverá alcançar mais de 100 mil pessoas desta vez. Vamos ver...
Um forte abraço de seus tios corujas,
Ailton e Dag.

FINAL DO DIÁLOGO.

As palavras revelam a profundidade da "AUTORIDADE" assumida por alguns e aceita por muitos.

No lugar de sentirem-se envergonhados por cometerem tal iniquidade, o que fazem??