sexta-feira, 26 de outubro de 2012

A Casa de Deus, A Rocha Jesus

Gostaria de descrever aqui a conversa que eu tive com uma pessoa essa manhã quando eu estava divulgando as boas novas de Jesus Cristo:

Ao abordar a pessoa, eu perguntei:

Sabe o que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo fez por nós, por meio de Seu Filho?

Ai ela me disse: “Ahhh..eu já vou na casa de Deus. No templo da igreja Adventista”

Eu perguntei: Quem te falou que lá é a casa de Deus?
o pastor” “os irmãos” …disse ela

Eu raciocinei com ela: A Casa de Deus é onde Deus habita não é verdade? É onde ele mora, é onde ele faz a sua residência.

Você sabia que a Bíblia diz onde é a “casa” de Deus, o “templo”, o santuário de Deus?

Note só: 1 Coríntios 3:16-17, eu li essas palavras:
16 Vocês não sabem que vocês são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês? 17... o templo de Deus é sagrado. Vocês são o templo de Deus.

Aí eu perguntei para ela:

Aonde Deus faz sua morada?É em algum templo feito de tijolo?

Ela respondeu: “Não, não é, são nas pessoas que ele faz a casa dele”.

Eu continuei: E essa é justamente as boas novas que eu ia lhe falar, que se nós imitarmos a Jesus Cristo, se vivermos a vida que Jesus Cristo viveu, o Pai dele, nosso Deus, Jeová, também vai ser Nosso Pai, e Ele vai derramar o Espírito Dele para residir em nós, assim como ele fez com o seu Filho, e assim nós seremos o templo de Deus - o Espírito de Deus viverá em nós.

Assim as pessoas não vão mais ao templo da igreja Adventista, ou qualquer outro templo, igreja, salão feito pelos homens mas é o templo de Deus que vai até as pessoas.

Lembre-se que Jesus Cristo mostrou com o chicote em punho que os templos construídos por homens se tornam “casa de comércio”.

A pessoa respondeu: "É verdade!"

Eu perguntei ainda: você sabe o que temos que fazer para o Espírito Santo de Deus habitar em nós, ou seja, o que fazer para nós sermos o templo de Deus, a casa de Deus?

O que?”- disse ela.

Eu li para ela Mateus 7:
21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.

Notou as palavras “aquele que faz a vontade de meu Pai” ?

Precisamos fazer a vontade do Pai de Jesus Cristo.

Qual a Vontade do Pai, do Deus de Nosso Senhor Jesu Cristo, você sabe?

Não” - respondeu ela.

Olha aqui a vontade do Pai de Jesus Cristo:
Marcos 9:7 A seguir apareceu uma nuvem e os envolveu, e dela saiu uma voz, que disse: “Este é o meu Filho amado. Ouçam-no!

Ouçam-no! - nós devemos ouvir a Jesus Cristo!
Jesus disse: “Eu sou o caminho, A Verdade e A Vida - ninguém vem ao Pai senão por mim

Assim, para fazer a Vontade do Pai, temos que saber a Verdade, por exemplo, se você acha que um templo feito por mãos humanas é a “Casa de Deus”, como já vimos, isso não é Verdade. Sem A Verdade não vamos até o Pai e assim não temos A Vida.

Este é o meu Filho amado. Ouçam-no!

Nós ouvimos Jesus dizer “senão por mim” - o único caminho é Jesus Cristo, não é pastor, padre, governante, bispo, templo, apóstolo...

E se sabemos a Verdade, sabemos o Caminho, Agora mesmo sabendo o Caminho mas se não andamos no Caminho, também não chegaremos até o Pai – a fonte da Vida.

Jesus disse que nós temos que Andar no Caminho:

Leia Mateus 7:24 “Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha."

Viu? Temos que praticar o que sai da boca de Jesus Cristo – e praticar só o que saiu da boca de Jesus Cristo, de mais ninguém – ninguém MESMO!!!

Por exemplo, Jesus diz:
Mas, eu digo a vós, os que estais escutando: Continuai a amar os vossos inimigos, a fazer o bem aos que vos odeiam, 28 a abençoar os que vos amaldiçoam, a orar pelos que vos insultam.

Lembre-se da Palavra do Pai, a vontade do Pai:

Este é o meu Filho amado. Ouçam-no!” - Ao Filho de Deus Jesus Cristo, mais ninguém.

Assim nós devemos ser fãs de Jesus Cristo, nós devemos adorar fazer o que Jesus Cristo fez:

Por exemplo, assim como você adora vestir essa camisa do Iron Maiden, você faz isso porque você adora eles, você quer ser como eles, vestir-se como eles, pensar como eles, agir como eles, eles são o teu ídolo.

Já viu quantos cortam o cabelo igual ao dos jogadores de futebol? – querem ser eles, agir como eles, falar como eles.

Está vendo essa tatuagem em seu braço de um mago, você a fez porque você ama isso, você ama tanto isso que quis até mesmo imprimir isso em seu corpo em sua pele.

A mesma coisa se dá para fazer a Vontade do Pai de Jesus Cristo: o Pai disse a respeito de Jesus Cristo:

Este é o meu Filho amado. Ouçam-no!

e Jesus disse:
Mateus 7:24 “Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha."

Assim nós devemos nos vestir com as palavras de Jesus Cristo – com as DELE, devemos tatuar em nossa mente e coração, a personalidade de Jesus Cristo. Devemos imitar a Jesus Cristo, querer ser como ele, falar e agir como ele.

Se nos esforçarmos em fazer isso, nunca desistindo, sempre batendo, pedindo e buscando imitar Jesus Cristo.

O Pai vai dizer para nós: “Este é o meu Filho amado” e vai nos dar o seu espírito.

A casa , o santuário de Deus é construído sobre a rocha Jesus Cristo.


João 14:23 Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se alguém me amar, observará a minha palavra, e meu Pai o amará, e nós iremos a ele e faremos a nossa residência com ele.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

nação santa, parte 2

Nação Santa - parte 2 (A Nova Aliança)

No artigo anterior vimos o papel que a nação de Israel desempenhou nos propósitos de Deus até os dias de Jesus Cristo. (Leia Parte 1)

Desde que foi criada a antiga nação de Israel carnal até os dias de Jesus Cristo essa nação representou o Governo de Deus na terra, a embaixada do Reino dos céus.

Contudo a doutrina de 1914 endossada pela WatchTower Society diz que a nação de Israel deixou de representar o reino de Deus cerca de 600 anos antes de Jesus Cristo vir à terra! Ela diz ainda que o Reino de Deus continuou sem representação terrestre ainda por quase 1900 anos após Jesus Cristo vir à terra!!

Assim essa doutrina contradiz flagrantemente as Palavras de Jesus Cristo:

Mateus 21:43
'É por isso que vos digo: O reino de Deus vos será tirado e será dado a uma nação que produza os seus frutos.'” (Note também Mateus 5:35, Mateus 23:21 – há uma boa quantidade de artigos nesse blog tratando essa questão: vide Artigos)

Nas palavras acima de Jesus Cristo, ele deixa claro não só que a nação de Israel tinha o privilégio de representar o Governo de Deus na terra ainda nos dias de Jesus, mas também que a representação do reino de Deus seria continuada e permaneceria por meio de outra nação! Ou seja, não houve descontinuação ou interrupção de uma representação do Governo, o que houve foi uma substituição de nação. (doutrina de 1914 sem fundamento Bíblico)

Escutaremos que voz, que palavras? Depende de quem pertencemos:

João 10:26 Mas, vós não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas. 27 Minhas ovelhas escutam a minha voz e eu as conheço, e elas me seguem.

Assim abordaremos daqui para frente a nação na qual Jeová continuaria o seu propósito original: 

Êxodo 19:6 E vós mesmos vos tornareis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.’

Vamos considerar, da mesma forma que vimos no caso da nação carnal de Israel (a sombra), quais elementos compõem a “nação” (a realidade) que recebeu o reino de Deus,ou seja, passou a representa-lo na terra. Mateus 21:43

Nação Santa – A Realidade

O Templo: A Casa de Deus, o lugar onde ele habita.

O Templo não seria mais feito por mãos humanas, o Templo agora seria feito por Espírito Santo.
O Templo não mais seria em um lugar geográfico, o Templo seria as pessoas que recebem o Espírito Santo de Deus:

1 Cor 3:16 Não sabeis que vós sois templo de Deus e que o espírito de Deus mora em vós? 17 ... pois o templo de Deus é santo, [templo] esse que sois vós.

1 Cor 3:9(b) Vós sois campo de Deus em lavoura, edifício [Casa] de Deus.

O Espírito Santo faz com que as pessoas se tornem filhos de Deus.

Assim o Templo da nação são as pessoas em que Jeová derrama seu Espírito Santo. Da mesma forma que Deus residia no Templo em Israel carnal, da mesma forma Deus reside, habita nas pessoas que possuem o Seu Espírito.

Romanos 8:11 Então, se morar em vós o espírito daquele que levantou a Jesus dentre os mortos, aquele que levantou a Cristo Jesus dentre os mortos também vivificará os vossos corpos mortais por intermédio do seu espírito que reside em vós.

Efésios 2:19 Portanto, certamente [vós povos gentios, das nações] não sois mais estranhos e residentes forasteirosmas sois concidadãos dos santos e sois membros da família de Deus, 20 e fostes edificados sobre o alicerce dos apóstolos e profetas, ao passo que o próprio Cristo Jesus é a pedra angular de alicerce. 21 Em união com ele, o edifício inteiro, sendo harmoniosamente conjuntado, desenvolve-se num templo santo para Jeová. 22 Em união com ele também vós estais sendo edificados juntamente como lugar para Deus habitar por espírito.

Um Rei:
Da mesma forma que Jeová escolheu Davi, filho de homem, para reinar sobre seu povo no Israel carnal, Jeová escolheu Jesus Cristo, o Filho de Homem, para reinar no reino dos céus. (Daniel 7:13,14)

Davi, Salomão, Jeosafá, Ezequias, Josué foram reis que reinaram num trono perecível, corruptível, no trono simbólico de Jeová. 1 Crônicas 29:23

Jesus Cristo passou a reinar no reino de Deus no verdadeiro trono do reino dos céus - no que fica nos céus (Salmo 11:4, Atos 2:34-36, 1 Pedro 3:22, Filipenses 2:9-11, Hebreus 12:2, Col 2:10, 3:1, Efésios 1:20-23). Leia o artigo: sobre o Trono de Jesus Cristo

Efésios 1:20 com que ele tem operado no caso do Cristo, quando o levantou dentre os mortos e o assentou à sua direita nos lugares celestiais, 21 muito acima de todo governo, e autoridade, e poder, e senhorio, e todo nome dado, não só neste sistema de coisas, mas também no que há de vir.

Assim, diferente da nação antiga de Israel, a nação que passou a representar o Reino de Deus tem um rei que reina desde os céus, o trono desse rei é incorruptível, o rei é imortal e por isso a sua dinastia e reino são eternos.

Esse rei não reina apenas sobre a embaixada (representação terrestre do reino), como ocorria nos caso da antiga nação de Israel, esse rei reina sobre a embaixada e sobre os anjos dos céus! No nome do rei Jesus, até os anjos dos céus devem dobrar os joelhos! O rei Jesus reina sobre toda a jurisdição, sobre todos os domínios pertencentes ao reino dos céus. (E isso bem antes de 1914!!!!) - Col 2:10

Filipenses 2:9 Por esta mesma razão, também, Deus o enalteceu a uma posição superior e lhe deu bondosamente o nome que está acima de todo [outro] nome, 10 a fim de que, no nome de Jesus, se dobre todo joelho dos no céu, e dos na terra, e dos debaixo do chão, 11 e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus, o Pai.

1 Pedro 3:21,22 Jesus Cristo. 22 Ele está à direita de Deus, pois foi para o céu; e foram-lhe sujeitos anjos, e autoridades, e poderes.

A respeito do rei dos céus , as Escrituras dizem:

Senhor Jesus Cristo - O feliz e único Potentado… [ele, Jesus] o Rei dos que reinam e Senhor dos que dominam, 16 o único [Filho de Deus] que tem imortalidade, que mora em luz inacessível, a quem nenhum dos homens tem visto nem pode ver. A ele seja honra e poderio eterno. Amém. (1 Timóteo 6:15-16)

Assim já percebemos a supremacia nas qualidades da nação em que Jeová vem cumprindo os seus propósitos.

Sumo-Sacerdote – Sacerdócio Real

Da mesma forma que a antiga nação de Israel, a nação do Rei reinante (desde antes de 1914) Jesus Cristo possui um Sumo Sacerdote que também tem acesso ao Lugar Santíssimo para fazer intercessão, advogar em benefício do povo dessa nação perante Jeová Deus.
O Sumo-Sacerdote é Jesus Cristo, O próprio Rei.

Jesus Cristo se tornou Sacerdote da ordem de Melquisedeque, que é a ordem de Sacerdócio de Reis – Sacerdócio REAL.

Na antiga nação de Israel a ordem de sacerdócio (ordem de Arão) não concedia autoridade governamental régia. Tanto que o Rei era Jeová, e depois os filhos de homens (Davi,Salomão, etc)

Já Jesus Cristo recebeu o Sacerdócio à maneira de Melquisedeque: Rei e Sacerdote: Concentrando os dois poderes (rei-sacerdote) em suas mãos.

Hebreus 6:20 – 7:1,2:
20 onde um precursor entrou a nosso favor, Jesus, que se tornou sumo sacerdote para sempre à maneira de Melquisedeque.
1 Porque este Melquisedeque, rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, que foi ao encontro de Abraão, quando [este] voltava da matança dos reis, e o abençoou, 2 e a quem Abraão repartiu um décimo de todas as coisas, é primeiramente, por tradução, “Rei da Justiça”, e é então também rei de Salém, isto é, “Rei da Paz”.

Assim Jesus não só reina no reino dos céus (reino da paz, da justiça), mas também atua como sacerdote perante Deus em benefício do povo da nação de Deus que comete pecados.

A capital do Reino.

Na antiga nação, a capital era a cidade de Jerusalém terrestre, era nessa cidade em que o rei (Davi, Salomão,Josué,etc) moravam e era também nessa cidade em que os sacrifícios eram feitos a favor do povo.

Na nova nação, a sombra (Jerusalém terrestre) dá lugar à verdadeira capital do reino dos céus: a cidade do Deus vivente, a Jerusalém celestial

Hebreus 12:22 Mas, vós vos chegastes a um Monte Sião e a uma cidade do Deus vivente, a Jerusalém celestial, e a miríades de anjos, 23 em assembléia geral, e à congregação dos primogênitos que foram alistados nos céus, e a Deus, o Juiz de todos, e às vidas espirituais dos justos que foram aperfeiçoados, 24 e a Jesus, o mediador dum novo pacto, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o [sangue] de Abel.

Jesus Cristo reina à Destra de Jeová Deus na cidade do Deus vivente, a Jerusalém celestial

As miríades de anjos “dobram os joelhos” no nome do Rei Jesus Cristo. (1 Pedro 3:22, Fil 2:9-11, Col 2:10, 3:1, Efésios 1:20-23)

Jesus se tornou portanto o Rei entronizado (assentado no trono) do Reino dos céus (bem antes de 1914)


Súditos que são Embaixadores

Da mesma forma que a antiga nação de Israel representava o Reino de Deus, a nação de Cristo também passou a representar o reino de Deus na terra (nada de interrupções de representação como afirma a doutrina de 1914)

O reino de Deus é representado pelo Templo, também chamado de Casa de Deus, ou “domínio” de Deus. Os cristãos recebem o espírito santo e se tornam Templo de Deus. O verdadeiro "lugar" onde Jeová habita.

2 Coríntios 5:20 Somos, portanto, embaixadores [representantes], substituindo a Cristo [o Rei], como se Deus instasse por nosso intermédio. Rogamos, como substitutos de Cristo: “Sede reconciliados com Deus.”

Assim Deus continuou representando o seu reino nos “domínios de baixo” - usando a embaixada, o Seu Templo, onde Ele reside por meio de Seu espírito: as pessoas que recebem o espírito de Deus, que são o Seu Templo.

Os embaixadores não são cidadãos deste mundo (João 17:14), não fazem parte dos “domínios de baixo” e sim são cidadãos dos “domínios de cima”, do reino dos céus:

Filipenses 3:20 (a) Quanto a nós, a nossa cidadania existe nos céus

Cristãos: A nação santa – sacerdócio Real

1 Pedro 2:9
Mas vós sois “raça escolhida, sacerdócio real, nação santa, povo para propriedade especial, para que divulgueis as excelências” daquele que vos chamou da escuridão para a sua maravilhosa luz”

Assim, como embaixadores (reino de sacerdotes), eles apenas representam o reino dos céus aqui na terra, quer dizer, são a representação do reino. A terra (o reino do mundo, os domínios de baixo) ainda não faz parte dos domínios do reino de dos céus. Mas no futuro breve, fará (Rev 11:15). O reino de sacerdotes (representantes do reino dos céus) há de reinar sobre a terra (Rev 5:10). Leia o artigo - Quem governa o mundo? para mais informações.

A nação de Cristo é a representação (embaixada) do reino de Deus aqui na terra, assim como era a nação de Israel carnal até o dia que Jesus veio à terra. (Ele mudou a embaixada, de sombra, para realidade).

A nação de Cristo supera a antiga nação de Israel carnal, pois a antiga nação lidava com as "sombras", já a nação de Jesus Cristo opera com a realidade: O sacrifício de Jesus foi o real sacrifício pelos pecados. E Jesus passou a reinar no verdadeiro trono do reino dos céus, o trono que fica nos céus, à destra de Jeová. (Vide artigo sobre isso aqui)

O povo da nação de Jesus Cristo: os cristãos

Assim como a antiga nação de Israel era formada de judeus carnais, descendentes de Abraão, das 12 tribos de Jacó. Assim também a nação de Jesus Cristo é composta por Descendentes de Abraão – mas no sentido verdadeiro da definição de “descendentes de Abraão”.
Também no sentido verdadeiro da definição de “judeu”.

Os verdadeiros descendentes de Abraão são os que tem fé e não segundo a carne. Abraão é o pai de todos os que tem fé assim como ele teve.

Romanos 4:3 “Abraão exerceu fé em Jeová, e isso lhe foi contado como justiça.”

Rom 4:18 Embora além de esperança, contudo, baseado na esperança, ele teve fé, para tornar-se pai de muitas nações.

Romanos 9:8 Quer dizer, os filhos na carne não são realmente os filhos de Deus, mas os filhos da promessa [] é que são contados como o descendente. 

Tiago 2:23 e cumpriu-se a escritura que diz: “Abraão depositou fé em Jeová, e isso lhe foi contado como justiça”, e ele veio a ser chamado “amigo de Jeová”.

Assim os cristãos (povo da nação do Rei do reino dos céus – Jesus Cristo) são descendentes de Abraão pois depositam fé em Jeová, de que ele enviou Jesus Cristo e o enalteceu como Rei do Reino dos Céus (muito antes de 1914)


Lembre-se que a antiga nação de Israel, deixou de ser a representação do reino, nos dias de Jesus, justamente por negarem o rei do reino dos céus Jesus Cristo:

João 8:38 Eu falo das coisas que vi junto de meu Pai; e vós, portanto, fazeis as coisas que ouvistes de vosso pai.” 39 Em resposta, disseram-lhe: “Nosso pai é Abraão.” Jesus disse-lhes: “Se sois filhos de Abraão,+ fazei as obras de Abraão [exerce fé => justiça]. 40 Mas agora buscais matar a mim, um homem que vos disse a verdade que eu ouvi de Deus. Abraão não fez isso. 41 Vós fazeis a obra de vosso pai.” Disseram-lhe: “Não nascemos de fornicação; temos um só Pai, Deus.”
42 Jesus disse-lhes: “Se Deus fosse o vosso Pai, vós me amaríeis, pois procedi de Deus e aqui estou. Nem tampouco vim de minha própria iniciativa, mas Este me enviou. 43 Por que é que não sabeis de que estou falando? Porque não podeis escutar a minha palavra. 44 Vós sois de vosso pai, o Diabo, e quereis fazer os desejos de vosso pai. Esse foi um homicida quando começou, e não permaneceu firme na verdade, porque não há nele verdade. Quando fala a mentira, fala segundo a sua própria disposição, porque é um mentiroso e o pai da [mentira]. 45 Porque eu, por outro lado, digo a verdade, vós não me acreditais [sem fé na Verdade]. 46 Quem de vós me declara culpado de pecado? Se falo a verdade, por que não me acreditais? 47 Quem é de Deus escuta as declarações de Deus. É por isso que não escutais, porque não sois de Deus.”

Assim a nação de Jesus Cristo é composto de pessoas quem tem fé na Verdade e assim são verdadeiros filhos de Abraão [exercem fé], são as pessoas que escutam as declarações de Deus, e portanto, os cristãos são de Deus.

Gálatas 3:6 Assim como Abraão “depositou fé em Jeová, e isso lhe foi contado como justiça”.7 Certamente sabeis que os que aderem à fé é que são filhos de Abraão. 8 Ora, a Escritura, vendo de antemão que Deus declararia justas a pessoas das nações devido à fé, declarou de antemão as boas novas a Abraão, a saber: “Por meio de ti serão abençoadas todas as nações.” 9 Conseqüentemente, os que aderem à fé são abençoados junto com o fiel Abraão.

    A Verdadeira Boas Novas para as Nações

 "os que aderem à fé é que são filhos de Abraão." 

Assim as pessoas das nações , por meio da fé em Deus e em Jesus Cristo (João 14:1) também têm o privilégio de serem filhos de Deus (Boas Novas!), desde o primeiro século d.C - Graças ao Rei Jesus que recebeu o Prometido Espírito Santo, para derrama-lo sobre os que têm fé como Abraão teve.

Os cristãos “são descendentes” das 12 tribos, quer dizer, dos 12 apóstolos de Jesus Cristo.

Efésios 2:19 Portanto, certamente [vós povos gentios, das nações] não sois mais estranhos e residentes forasteiros, mas sois concidadãos dos santos e sois membros da família de Deus, 20 e fostes edificados sobre o alicerce dos apóstolos e profetas, ao passo que o próprio Cristo Jesus é a pedra angular de alicerce. 21 Em união com ele, o edifício inteiro, sendo harmoniosamente conjuntado, desenvolve-se num templo santo para Jeová. 22 Em união com ele também vós estais sendo edificados juntamente como lugar para Deus habitar por espírito.

O povo da nação de Jesus Cristo também correspondem à verdadeira definição de judeu:

Romanos 2:28 Porque não é judeu aquele que o é por fora, nem é circuncisão [cortar o prepúcio] aquela que a é por fora, na carne. 29 Mas judeu é aquele que o é no íntimo, e a [sua] circuncisão é a do coração, por espírito, e não por um código escrito. O louvor desse não vem de homens, mas de Deus.

Assim os cristãos são aqueles que por espírito são judeus, são as pessoas nas quais o espírito de Deus reside, habita: são casa , templo de Deus.

Assim Jeová Deus fez da sombra do reino de Israel uma realidade por meio de Jesus Cristo, o Rei do reino dos céus (muito antes de 1914)

Jeová voltou a sua atenção para pessoas de todas as nações que têm fé (descendentes de Abraão) , para serem “judeus de verdade”, no íntimo, pessoas para Deus fazer habitar o seu espírito santo, para fazer residir o Seu Nome.

A Verdadeira Boas Novas para as Nações, desde 33 d.C

Atos 15:14 Simeão tem relatado cabalmente como Deus, pela primeira vez, voltou a sua atenção para as nações, a fim de tirar delas um povo para o seu nome. 15 E com isso concordam as palavras dos Profetas, assim como está escrito: 16 ‘Depois destas coisas voltarei e reconstruirei a barraca de Davi, que está caída; e reconstruirei as suas ruínas e a erguerei de novo, 17 a fim de que os remanescentes dos homens possam buscar seriamente a Jeová,* junto com pessoas de todas as nações, pessoas chamadas por meu nome, diz Jeová, que está fazendo estas coisas,+ 18 conhecidas desde a antiguidade.’

Assim, por meio de Jesus Cristo, a barraca, a casa, o reino de Davi foi reerguido (deixou de estar em ruínas – sem chance para a doutrina de 1914). (Veja o video e o artigo para mais detalhes sobre a reconstrução do reino de Davi.)

Deus passou a tirar das nações, desde o primeiro século, um povo para pertencer ao reino de Jesus Cristo: “tirar das nações um povo para o seu nome.”

Pessoas de todas as nações que fossem (e que são) “descendentes de Abraão de Verdade”. “judeus de verdade”

Deus fez (e faz) que seu espírito santo residisse em pessoas de todas as nações – isso por meio do reino de Jesus Cristo, rei do reino dos céus (antes de 1914).

Deus chama pessoas de todas as nações para serem seus filhos amados, santos:

Romanos 1:5 por intermédio de quem recebemos benignidade imerecida e um apostolado, a fim de que houvesse obediência de fé entre todas as nações com respeito ao seu nome, 6 [nações] entre as quais vós também sois dos chamados para pertencer a Jesus Cristo — 7 a todos os que estão em Roma, como amados de Deus, chamados para serem santos:

Tanto um “pequeno rebanho” da antiga nação de Israel, bem como “outras ovelhas” - pessoas de todas as nações, fazem parte do povo do Rei Celestial Jesus Cristo. (Atos 18:9,10 , Atos 17:7(b) )

Vide artigo: “os dois apriscos” para saber mais sobre "pequeno rebanho" e "outras ovelhas".


Conclusão

Assim, acredito que o Leitor já percebeu a superioridade da nação santa composta de cristãos , judeus de verdade, descendentes de Abraão de verdade sobre a nação de Israel “carnal”.
Essa nação cristã é governada pelo Rei do Reino dos céus - Jesus , o mesmo rei que reina, assentado em seu trono nos céus à Destra de Jeová Deus, ele reina sobre as miríades de anjos na Jerusalém celestial e sobre o seu povo na terra desde o primeiro século da nossa era cristã.

O reino cristão, também chamado de “o Israel de Deus” vem representando o governo de Deus na terra desde sua formação por intermédio de Jesus Cristo (o originador desta nação) (Note que a doutrina de 1914 não faz o menor sentido ao falar que o reino de Deus estava sem representação terrestre antes de 1914)

Muito mais pode ser escrito sobre o reino de Jesus Cristo e seu povo embaixador aqui na terra. Eu o farei em artigos futuros, inclusive iremos ver como “um joio - falsos cristãos” tem se enraizado com “o trigo” dentre o reino de Jesus Cristo.
Veremos como “o joio” tem tentado substituir (anti-Cristo) à Jesus Cristo – o único Rei, Líder, Governante e Sumo Sacerdote do reino dos céus.
Veremos também como o “joio” tem construído “templos feitos com mãos” para substituir (anti-Cristo) o verdadeiro Templo: as pessoas em que o espírito de Deus habita.

Terminaremos meditando nos textos abaixo:

Gálatas 6:16
16 E todos os que andarem ordeiramente segundo esta regra de conduta, sobre estes haja paz e misericórdia, sim, sobre o Israel de Deus.

Êxodo 19:6 E vós mesmos vos tornareis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.’

1 Pedro 2:9
Mas vós sois “raça escolhida, sacerdócio real, nação santa, povo para propriedade especial, para que divulgueis as excelências” daquele que vos chamou da escuridão para a sua maravilhosa luz”

Leia também:
O meu reino- Jesus perante Pilatos 
Atos do Reino de Deus - A Embaixada cristã 
Dai honra ao Rei - 1 Ped 2:17 
Governo do mundo Vs Governo de Deus 
Dois rebanhos - uma só esperança - filhos de Deus
de João até agora - Reino dos céus aberto

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Nação Santa, parte 1

Nos artigos que seguem analisaremos a superioridade do Reino de Jesus Cristo (Col 1:13) sobre o antigo reino de Israel.

Veremos como a antiga nação pactuada de Deus era apenas sombra da realidade: sendo a realidade a nação santa que pertence à Cristo.

É interessante notarmos que o propósito de Jeová Deus continuou o mesmo, desde a sombra da nação de Israel, até a realidade que pertence a Jesus Cristo.(Colossences 2:17)

Lemos sobre o propósito de Jeová para com o seu povo do passado: Uma nação santa.

Êxodo 19:6 E vós mesmos vos tornareis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.’ Estas são as palavras que deves dizer aos filhos de Israel.”

Embora a nação carnal de Israel, em sua maioria, rejeitou tal privilégio, Deus fez com que a sombra pudesse ser realidade por meio de Jesus Cristo.

A sombra: O Reino de Israel carnal.

O reino da antiga nação de Israel possuía vários elementos que faziam parte do povo sobre o qual o Nome Santo de Deus, Jeová, era invocado:

Eles possuíam:

Um Templo:
O Templo era onde o próprio espírito de Deus habitava, era chamado de Casa de Deus, quer dizer era o local onde Jeová colocava o Seu Espírito, onde Ele residia:
Êxodo 25:8
8 E eles têm de fazer um santuário para mim, visto que tenho de residir no meio deles.

Assim Jeová residia com a presença de Seu Espírito Santo, no meio do povo de Israel.

Deus residiu num tabernáculo ou tenda feita de panos por muitos anos e depois nos dias dos reis, um Templo foi construído (2 Samuel 7:1-3).
A Casa de Deus aqui na terra era o lugar onde Jeová colocava Seu Espírito, era um Lugar Santo.
Uma vez por ano, todos os varões dessa nação tinham que ir até o Templo em  Jerusalém.

Sacerdotes: Uma das 12 tribos de Israel, os levitas, eram uma tribo sacerdotal. Os sacerdotes que eram dessa tribo realizavam os sacrifícios de animais e as ofertas no Templo pelos pecados do povo e deles mesmos. Os sacerdotes eram “intercessores”, “advogados”, “representantes”, “embaixadores” entre Deus e os homens.

Um Sumo-sacerdote: O Sumo Sacerdote (Grande Sacerdote) era o único que tinha a permissão de entrar, uma vez por ano, no local onde o Espírito Santo de Jeová residia dentro do Templo, o lugar Santíssimo. Assim o Sumo-Sacerdote entrava simbolicamente diante da presença de Deus.

Um povo gerado de 12 pessoas – descendentes de Abraão: A nação era composta dos 12 filhos de Jacó, neto de Abraão

Uma cidade para ser a capital do Reino:
Jeová escolheu a cidade de Jerusalém (Salém) para ser a capital do reino:
2 Crônicas 6:6 Mas escolherei Jerusalém para que o meu nome mostre estar ali e escolherei a Davi para vir a estar sobre o meu povo Israel.’

Um Rei:
Como vimos em artigos passados o próprio Jeová era o Rei daquela nação.
Contudo, nos dias do juiz Samuel o povo se rebelou contra o Seu Rei Jeová, pedindo um rei humano, um rei que fosse filho de homem.

Entrementes Jeová escolheu Davi, um pastor de ovelhas, para ser o rei daquela nação.
2 Crônicas 6:6 Mas escolherei Jerusalém para que o meu nome mostre estar ali e escolherei a Davi para vir a estar sobre o meu povo Israel.’

Davi se tornaria o pai de vários reis (seus descendentes) que reinariam na terra de Israel.

Os filhos dessa nação se multiplicavam por meios carnais.

Essa nação constituía a representação do Reino de Deus na terra. Era uma representação do Reino dos Céus. Era a Embaixada do Governo de Deus aqui na terra.

Tal nação de Deus, desde seus primórdios, teve seus altos e baixos. Jeová vencia as batalhas deles, mas também os disciplinava quando era necessário.

A antiga nação de Israel continuou no privilegiado estado de Embaixada do Reino dos Céus ou representação terrestre do Reino até os dias de Jesus e prova disso são as palavras de Jesus Cristo:

Mateus 5: 35 "...Não jureis absolutamente... nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei.

Jesus disse que o espírito de Jeová ainda residia na Casa de Deus:

Mateus 23:21 "e quem jurar pelo templo, está jurando por ele e por aquele que habita nele "

Jesus limpou o Templo, a casa de Jeová duas vezes, e o fez com veemência, e disse a respeito do Templo: “Casa de Meu Pai” - Casa de Jeová, "aquele que habita nele"

"Parai de fazer da casa de meu Pai uma casa de comércio!” - João 2:13-25

Êxodo 25:8 E eles têm de fazer um santuário para mim, visto que tenho de residir no meio deles.
Até os dias de Jesus Cristo, Jerusalém era "a cidade do grande Rei ",e o Rei que habitava nela, com seu Espírito, era Jeová, essa cidade, com seu Templo, representava o Reino de Deus na terra. Zac 4:6

A quebra da Aliança

Nos dias de Jesus Cristo, a nação carnal de Israel fez uma escolha que comprometeu a posição dela como embaixada do reino dos céus – posição que até então ela usufruía de representação terrestre do Governo de Deus.

Eles escolheram rejeitar o Filho de Deus.
Eles mataram o de Israel, o Rei Ungido com Espírito Santo de Jeová: Jesus Cristo.
Eles mataram aquele que foi feito Rei “em nome de Jeová” - com o Espírito Santo de Deus.

João 1:49 Natanael respondeu-lhe: “Rabi [Jesus], tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel.”

Lucas 19:38 dizendo: “Bendito Aquele que vem como Rei em nome de Jeová! Paz no céu e glória nos lugares mais altos!”

Mateus 21: 5 “Dizei à filha de Sião: ‘Eis que o teu Rei está vindo a ti’”

João 7:29 “ Eu o conheço [à Jeová], porque sou representante [Rei Ungido] dele, e Este me enviou.

O que eles fizeram com Jesus Cristo foi o mesmo que eles teriam feito com o próprio Jeová – o Deus Criador daquela nação!!

    "Quem me odeia, odeia também o meu Pai."

João 15:22 Se eu não tivesse vindo e falado com eles, não teriam pecado; mas agora não têm desculpa para o seu pecado. 23 Quem me odeia, odeia também o meu Pai. 24 Se eu não tivesse feito entre eles as obras que ninguém mais fez, não teriam pecado; mas agora eles têm visto e têm odiado tanto a mim como a meu Pai.

A nação de Israel carnal “odiou a Jeová”
A nação de Israel honrava a Jeová com os lábios, invocavam o nome de Deus, consideravam se povo de Jeová, faziam prosélitos, mas faziam as obras do Diabo:

João 8: 44 Vós sois de vosso pai, o Diabo, e quereis fazer os desejos de vosso pai.
47 Quem é de Deus escuta as declarações de Deus. É por isso que não escutais, porque não sois de Deus.”

Assim, o privilégio de serem a embaixada do Governo de Deus na terra foi removido deles, eles não mais seriam a representação terrestre do Governo dos Céus: O reino de Deus lhes foi tirado.

Mateus 21:43
'É por isso que vos digo: O reino de Deus vos será tirado e será dado a uma nação que produza os seus frutos.'

Mateus 23:38 'Eis que a vossa casa vos fica abandonada'

Daí em Diante, Jeová retiraria a Sua Presença daquele lugar, retiraria o seu espírito santo daquele lugar.

O reino de Deus, a representação terrestre do Reino, seria dado a uma nação. O espírito santo de Jeová iria passar a residir em uma nova nação. Jeová não mais habitaria naquele Templo em Jerusalém. O Espírito Santo iria se mudar. Iria para "outra casa".

No próximo estudo analisaremos o Templo, o Rei, o Sumo Sacerdote, os sacerdotes , as 12 tribos, os descendentes de Abraão, a capital da nova nação que recebeu o reino de Deus, o Reino de Deus foi dado a essa nação e assim essa nova nação passaria a representar o Reino de Deus na terra.

É com essa nação que Jeová manteria o seu propósito original (Isa 55:11)

Êxodo 19:6 E vós mesmos vos tornareis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.’ 

Leia a parte 2

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Little flock and other sheep who are really they

Little flock and other sheep, who are really they?

Luke 12:32 “Have no fear, little flock, because YOUR Father has approved of giving YOU the kingdom.

John 10:16 “And I have other sheep, which are not of this fold; those also I must bring, and they will listen to my voice, and they will become one flock, one shepherd.

Jesus Christ when He was walked on earth spoke about two folds of sheep: a "little flock", and the "other sheep"

In order to know who are the "little flock" and who are the "other sheep" we face two options:

1)Let the Bible interpret itself.
2)Let men to interpret the Bible.

The big problem for those who trust in men and prefer the option (2) is described in Scripture:

Romans 3:4 let God be found true, though every man be found a liar.

Thus, the wisest decision is the option one (1) because the Scriptures were not produced by the will of men. So let's Bible interpret itself.

2 Peter 1:20 For YOU know this first, that no prophecy of Scripture springs from any private interpretation. 21 For prophecy was at no time brought by man’s will, but men spoke from God as they were borne along by holy spirit.

So, back to the question: Little flock and other sheep, who are really they? The answer is in the Bible

The little flock”

Luke 12:32 “Have no fear, little flock, because YOUR Father has approved of giving YOU the kingdom.

What sheep are these?

Matthew 10:5 These twelve Jesus sent forth, giving them these orders: “Do not go off into the road of the nations, and do not enter into a Samaritan city; 6 but, instead, go continually to the lost sheep of the house of Israel.

Answer: sheep of the house of Israel

Why is it called a little flock?

Romans 9:27 Moreover, Isaiah cries out concerning Israel: “Although the number of the sons of Israel may be as the sand of the sea, it is the remnant that will be saved. 28 For Jehovah will make an accounting on the earth, concluding it and cutting it short.” 29 Also, just as Isaiah had said aforetime: “Unless Jehovah* of armies had left a seed to us, we should have become just like Sod′om, and we should have been made just like Gomorrah.”

Romans 9:31 but Israel, although pursuing a law of righteousness, did not attain to the law. 32 For what reason? Because he pursued it, not by faith, but as by works. They stumbled on the “stone of stumbling”; 33 as it is written: “Look! I am laying in Zion a stone of stumbling and a rock-mass of offense, but he that rests his faith on it will not come to disappointment.”

Romans 11:4 Yet, what does the divine pronouncement say to him? “I have left seven thousand men over for myself, [men] who have not bent the knee to Ba′al.” 5 In this way, therefore, at the present season also a remnant has turned up according to a choosing due to undeserved kindness. 6 Now if it is by undeserved kindness, it is no longer due to works; otherwise, the undeserved kindness no longer proves to be undeserved kindness.

Romans 11:7 What, then? The very thing Israel is earnestly seeking he did not obtain, but the ones chosen [from Israel itself] obtained it. The rest had their sensibilities blunted;

John 1:11 He came to his own home, but his own people did not take him in. [just a little flock put faith in Jesus]
12 However, as many as did receive him, to them he gave authority to become God’s children, because they were exercising faith in his name; 13 and they were born, not from blood or from a fleshly will or from man’s will, but from God.

Therefore Flock the sheepfold of the house of Israel is a little one because only a remnant of the nation of Israel exercised faith in Jesus Christ.

"Have no Fear". What would be a cause of fear to them?

Israel disapproval as a whole.

Matthew 21:43 This is why I say to YOU, The kingdom of God will be taken from YOU and be given to a nation producing its fruits.

Matthew 23 But YOU people did not want it. 38 Look! YOUR house is abandoned to YOU.

So although the nation of Israel was mostly rejected by God due the lack of faith in Jesus, a small, a little flock of sheep, remnants, received the comfort given by Jesus:

Luke 12:32 “Have no fear, little flock, because YOUR Father has approved of giving YOU the kingdom.

“The other sheep”

John 10:16 “And I have other sheep, which are not of this fold; those also I must bring, and they will listen to my voice,+ and they will become one flock, one shepherd.

Acts 13:46 And so, talking with boldness, Paul and Barnabas said: “It was necessary for the word of God to be spoken first to YOU [Israel]. Since YOU are thrusting it away from YOU and do not judge yourselves worthy of everlasting life [only a little flock did], look! we turn to the nations.

Romans 1:5 through whom we received undeserved kindness and an apostleship in order that there might be obedience of faith among all the nations respecting his name, 6 among which [nations] YOU also are those called to belong to Jesus Christ— 7 to all those who are in Rome as God’s beloved ones, called to be holy ones:

Romans 9:24 namely, us, whom he called not only from among Jews but also from among nations, [what of it]? 25 It is as he says also in Ho·se′a: “Those not my people I will call ‘my people,’ and her who was not beloved ‘beloved’; 26 and in the place where it was said to them, ‘YOU are not my people,’ there they will be called ‘sons of the living God.’

The people of the nations (non-Jews or gentiles) was not part of the fold of the little flock, was not God's people, but would be "called 'sons of the living God.'", As Jesus said, 'and they will listen my voice and they will become one flock, one shepherd "

one flock, one shepherd"
Romans 10:12 For there is no distinction between Jew and Greek, for there is the same Lord over all, who is rich to all those calling upon him.

Romans 10:9 For if you publicly declare that ‘word in your own mouth,’ that Jesus is Lord [King of the Kingdom of Heaven since He ascended to heaven], and exercise faith in your heart that God raised him up from the dead, you will be saved.

Referring to other sheep, we read:

Ephesians 2:11 Therefore keep bearing in mind that formerly YOU were people of the nations as to flesh; “uncircumcision” YOU were called by that which is called “circumcision” made in the flesh with hands— 12 that YOU were at that particular time without Christ, alienated from the state of Israel and strangers to the covenants of the promise, and YOU had no hope and were without God in the world. 13 But now in union with Christ Jesus YOU who were once far off have come to be near by the blood of the Christ. 14 For he is our peace [King of Peace, King of Salem], he who made the two parties one [two folds of sheep in one flock] and destroyed the wall in between that fenced them off. 15 By means of his flesh he abolished the enmity, the Law of commandments consisting in decrees, that he might create the two peoples [two sheep] in union with himself into one new man and make peace; 16 and that he might fully reconcile both peoples in one body to God through the torture stake, because he had killed off the enmity by means of himself. 17 And he came and declared the good news of peace to YOU, the ones far off, and peace to those near, 18 because through him we, both peoples [two sheep], have the approach to the Father by* one spirit.
19 Certainly, therefore, YOU are no longer strangers and alien residents, but YOU are fellow citizens of the holy ones and are members of the household of God [one flock, one shepherd.], 20 and YOU have been built up upon the foundation of the apostles and prophets, while Christ Jesus himself is the foundation cornerstone. 21 In union with him the whole building, being harmoniously joined together, is growing into a holy temple for Jehovah. 22 In union with him YOU, too, are being built up together into a place for God to inhabit by spirit.

As Jesus prophesied:

John 10:16 “And I have other sheep, which are not of this fold [fleshly Israel]; those also I must bring, and they will listen to my voice, and they will become one flock, one shepherd.


There is just one hope:

Ephesians 4:1-6 I, therefore, the prisoner in [the] Lord, entreat YOU to walk worthily of the calling with which YOU were called, 2 with complete lowliness of mind and mildness, with long-suffering, putting up with one another in love, 3 earnestly endeavoring to observe the oneness of the spirit in the uniting bond of peace. 4 One body there is, and one spirit, even as YOU were called in the one hope to which YOU were called; 5 one Lord, one faith, one baptism; 6 one God and Father of all [persons], who is over all and through all and in all.

one hope to which YOU were called” , There is not “other hope”

Conclusion:
Therefore, the "little flock" refers to the remnant of Israel - a small number of sheep who exercised faith in Jesus Christ and so were called to be children of God.
The "other sheep" refer to people of the nations who exercise faith in Truth and therefore are also called to be children of God by Holy Spirit.

All are "one flock, one shepherd" with "one hope" based on the call of the Holy Spirit, the Spirit of Truth, to be children of God.

John 17:17 Sanctify them by means of the truth; your word is truth.

Rev 20:4 …And they came to life and ruled as kings with the Christ for a thousand years. 5 (The rest of the dead did not come to life until the thousand years were ended)

If what "some consider" as being "salvation" was actually, really salvation, then they would come to life (resurrection of life) and not to remain as "dead" (resurrection of judgment).

Or we are living through Christ, by obedience to the truth , or we are dead (in the group: “The rest of the dead” ) for the lie that it is sin that brings death (2 Thess 2:9-11).

Luke 9:60 But he said to him: “Let the dead bury their dead, but you go away and declare abroad the kingdom of God.”

Jesus' sheep are one flock, one shepherd: One Live

John 10:27 My sheep listen to my voice, and I know them, and they follow me. 28 And I give them everlasting life (“The rest of the dead did not come to life until the thousand years were ended”), and they will by no means ever be destroyed [resurrection of life], and no one will snatch them out of my hand. 29 What my Father has given me is something greater than all other things, and no one can snatch them out of the hand of the Father. 30 I and the Father are one.

John 17:11 “...Holy Father, watch over them on account of your own name which you have given me, in order that they may be one just as we are.

John 11:25 Jesus said to her: “I am the resurrection and the life. He that exercises faith in me, even though he dies, will come to life; 26 and everyone that is living and exercises faith in me will never die at all. Do you believe this?” (“The rest of the dead did not come to life until the thousand years were ended”)

John 10:7 Therefore Jesus said again: “Most truly I say to YOU, I am the door of the sheep. 8 All those that have come in place of me are thieves and plunderers; but the sheep have not listened to them. 9 I am the door; whoever enters through me will be saved, and he will go in and out and find pasturage. 10 The thief does not come unless it is to steal and slay and destroy. I have come that they might have life and might have it in abundance.

have it in abundance” - (“The rest of the dead did not come to life until the thousand years were ended”)

Is to remain "dead" a good news??? is it "have it in abundance"??

Luke 9:60 But he said to him: “Let the dead bury their dead, but you go away and declare abroad the kingdom of God.”

Christianity's aim:
John 1:12 However, as many as did receive him, to them he gave authority to become God’s children, because they were exercising faith in his name; 13 and they were born, not from blood or from a fleshly will or from man’s will, but from God.

John 11:52 and not for the nation only, but in order that the children of God who are scattered+ about he might also gather together in one.

Ask for Holy Spirit!! Luke 11:9-13

Read also: