quinta-feira, 19 de abril de 2012

A presença de Cristo e os dias de Noé.

               Os dias de Noé

Os dias de Noé significaram todo um conjunto de acontecimentos que precederam o fim de um antigo sistema de coisas: desde quando Deus exercia paciência, até que ele sinalizou a terminação daquele sistema antigo e por fim o grande 'final'. Por isso consideramos importante o estudo detalhado dos eventos que ocorreram nos dias de Noé.

Voltemos para a indagação inicial realizada pelos apóstolos de Jesus:
Mateus 24:3
3 Enquanto estava sentado no Monte das Oliveiras, aproximaram-se dele os discípulos, em particular, dizendo: “Dize-nos: Quando sucederão estas coisas e qual será o sinal da tua presença e da terminação do sistema de coisas?”

(Note que eles não perguntaram quando seria o Armagedom – grego te-los - o fim completo)
De modo que nos próximos versos do capítulo 24 de Mateus, irá se tratar do “sinal da presença de Cristo e da terminação do sistema de coisas”.

Apenas enfatizando (relembrando) o entendimento correto das palavras “presença” e “terminação”:
- “sinal da tua presença” - sinal da “pa-rou-sí-as”
  • terminação do sistema de coisas” - syn-te-leí-as – fim conjunto – fim conjugado – a palavra terminação indica algo que não atingiu o seu fim derradeiro, mas o estágio inicial desse fim completo. (fim completo ou término – do grego té-los)

Para ilustrar, o cenário é como um carro que anda em certa velocidade X, até o ponto em que, por causa do “sinal vermelho” ele sofre uma desaceleração (pisa-se no freio).
O carro para imediatamente? Não! Ele continua em movimento desacelerado até parar por completo (grego té-los – fim completo).

Ilustrando , vamos marcar os eventos desse carro na linha do tempo:


A presença e a terminação abrange o momento em que se “pisa no freio” (sinal vermelho) e transcorre-se um período de tempo, até que o carro pare completamente – velocidade zero. - Fim completo – do grego Te-los
Reformulando, de forma análoga, a pergunta dos discípulos, temos: “Qual o sinal” que indicará uma pisada no freio deste sistema - marcando a terminação do atual sistema de coisas ?
Usando a ilustração:
Qual é a variável aleatória na questão dos discípulos? Qual o ponto crucial na linha de tempo acima?
  • É saber o sinal que indicará o início da presença e da terminação do sistema de coisas – 'o dia e a hora' do 'sinal vermelho' .

Analisando todo o contexto desses versículos, Jesus disse que esse 'dia' seria incalculável pelos anjos, por ele mesmo e muito menos pela mente humana:

Mateus 24:36
Acerca daquele dia (note a palavra 'dia' no singular) e daquela hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente o Pai.

24:42 “Portanto, mantende-vos vigilantes, porque não sabeis em que dia (singular) virá o vosso Senhor.”

24:50 “ o amo daquele escravo virá num dia (singular) em que não espera
Marco 13:32 “pois não sabeis quando é o tempo designado”
35: “pois não sabeis quando vem o senhor da casa”

No entanto, embora Jesus dissesse que não fosse possível para nós sabermos “o dia”, ele nos disse para atentarmos para o padrão estabelecido que ocorreu lá nos dias de Noé:

Lemos em Mateus 24:36
36 “Acerca daquele dia e daquela hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente o Pai. 37 Pois assim como eram os dias de Noé, assim será a presença do Filho do homem. 38 Porque assim como eles eram naqueles dias antes do dilúvio, comendo e bebendo, os homens casando-se e as mulheres sendo dadas em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, 39 e não fizeram caso, até que veio o dilúvio e os varreu a todos, assim será a presença do Filho do homem.
Assim o modelo seria os dias de Noé – O que ocorreu nos dias de Noé?
Os dias de Noé podem ser separados em três estágios importantes (esses estágios são definidos por meio da preposição 'até' que denota a mudança no decorrer do tempo de um estado ou ação – Note Atos 13:20 para uma construção similar):

  1. aqueles dias antes do dilúvio...as pessoas comendo e bebendo“. Noé construindo a arca e pregando a justiça...”e Noé fez exatamente assim”
  2. Depois, “o dia em que Noé entrou na arca” e seguiam-no os animais - mas as pessoas não se importaram – não fizeram caso – 'não o perceberam'.
  3. Até que veio o dilúvio e os varreu a todos.

Pensemos:
No caso dos dias de Noé, Qual foi “aquele dia e aquela hora” que ninguém sabia? Qual foi o dia que apenas o Pai sabia? Qual foi o sinal para aquelas pessoas, o evento - o “dia” (note singular) - que não fizeram caso , não o perceberam, sinal esse que indicaria o início da terminação do sistema de coisas?

A resposta é dada por Jesus: “o dia em que Noé entrou na arca”.
Conforme o relato de Gênesis, lemos o que Noé fez antes dele entrar na arca:
Genesis 6:22 “E Noé passou a fazer segundo tudo o que Deus lhe mandara. Fez exatamente assim.” (ou seja, construiu a arca e pregou a justiça – antes 'daquele dia')

E depois disso, o que ocorreu? Lemos:
Genesis 7:1
1 “Após isso [depois], Jeová [ e de fato, apenas o Pai sabia o dia] disse a Noé: “Entra na arca, tu e todos os da tua casa, porque tu és quem eu vi ser justo diante de mim no meio desta geração.”
7:4 “Pois, em apenas mais sete dias [período de terminação] farei que esteja chovendo sobre a terra por quarenta dias e quarenta noites; e vou obliterar da superfície do solo toda coisa existente que tenho feito.”'

7 Noé entrou assim na arca, e com ele seus filhos e sua esposa, e as esposas de seus filhos, antes de [virem] as águas do dilúvio.”...
  1. E aconteceu que sete dias depois [período da terminação daquele sistema] vieram as águas do dilúvio sobre a terra

Raciocinemos:
O que marcou (sinalizou) o período da terminação daquele antigo sistema de coisas? Quanto tempo durou naquele caso? O que serviu de sinal de aviso para aquelas pessoas ('que comiam e bebiam') de que o sistema de coisas daquela época havia atingido o início de sua terminação? Encontramos a resposta no relato: ' o dia em que Noé entrou na arca'

Para ilustrar:


O “dia” em que Jeová ordenasse que Noé entrasse na arca, esse dia indicaria o sinal que o sistema de coisas daquela época estaria em sua terminação – o começo do fim.
E mesmo que a arca já estivesse pronta por muitos anos, apenas o Pai poderia dar a ordem “entra na arca” - ordem essa que indicaria o sinal da terminação do sistema antigo de coisas – a sinteleia / parusia daquela época.

-------------------------------------------------------------------------------------
Nota: Pelo próprio 'bom senso' e pelo próprio contexto de Gênesis capítulo 7, Noé não deve ter esperado o último dia dos sete (justo o sábado) para começar a trabalhar por entrar na arca com os animais, assim ele “entrou na arca” no primeiro dia, desde que ele recebeu a ordem dada por Deus: 'Entra na arca' (sendo esse o sinal para as pessoas da terminação daqueles dias).
A Sentinela 15 de Abril de 2012 também concorda com essa ideia: Lemos na página 23 parágrafo 7: “Sete dias antes de caírem as águas – tempo suficiente para Noé e sua família alojarem os animais na arca - ”.
-------------------------------------------------------------------------------------

Porém, meditemos o seguinte: quando foi que Noé começou a construiu a arca? Será que foi durante o período de sete dias que marcaria a terminação (synteleias) daquele sistema? Não! Foi cerca de 40-50 anos ANTES.
Lemos em 2 Pedro 2:5 “...mas preservou a Noé, pregador da justiça...”

Do mesmo modo, quando foi que Noé começou a ser o 'pregador da justiça' ?Será que foi durante o período da terminação daquele sistema?
Não, não foi. Ele pregou a justiça por muito tempo ANTES do período que marcou a “terminação” daqueles tempos.
Noé pregava muito tempo antes do chamado 'tempo do fim - terminação' - se quer começar, e fazia isso durante muitos anos enquanto ele construía a arca. A própria arca – a medida que ela iria aumentando - servia como testemunho contra as pessoas.
Aí, veio o sinal do Pai: “Entra na arca”
E durante a terminação do sistema, “a descendência de animais” ...”continuaram a vir a Noé”.
E assim será, analogamente, em nossos dias:
Note a ilustração abaixo:


Assim – o dia em que o Pai e somente o Pai pisará no freio desse sistema de coisas, dando início a sua terminação, até sua 'parada por completo' no Armagedom – é um evento a ocorrer no futuro, em breve – dado o tamanho da arca e o tempo em que se prega a justiça.
Uma coisa é certa: temos que fazer 'exatamente assim' – construir a arca e pregar a justiça ANTES do 'dia' do sinal da presença. A presença não pode começar com a arca inacabada.
Enquanto a 'arca' de Jeová está em construção, Deus exerce paciência:
1 Pedro 3:20:
'os quais outrora tinham sido desobedientes, quando a paciência de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se construía a arca, na qual poucas pessoas, isto é, oito almas, foram levadas a salvo através da água.'

A 'paciência de Deus' espera nos nossos dias, enquanto se 'constrói' o povo de Jeová, bem como os filhos do Reino (Hebreus 11:7).

A ordem: “Entra na arca” dos dias de Noé, eqüivale aos nossos dias quando Jeová vindicar a sua Soberania estendendo assim o território de atuação ou jurisdição do Rei Jesus Cristo: Jesus será o Rei do mundo. – mas para isso, novamente, a arca-organização (Vide Nota)  Templo de Deus  de Jah deve estar pronta. O Templo ,formado por cristãos ungidos, deve estar pronto para ser inaugurado.


 a arca-organização: A organização é a imagem profana (imitação) do Verdadeiro Templo. (Vide Nota) 


O Trabalho efetuado por Noé é totalmente relacionado com o trabalho dos embaixadores do Reino:

Comparando os dias de Noé / nossos dias : Evento a Evento:
O Testemunho: A Paciência de Jeová
A1)Ordem dada a Noé de construir a arca e pregar a justiça – 40/50 anos
A2)Verdadeiros cristãos constroem a “arca-organização de Jah” e pregam as boas novas em todas as nações por séculos.

B1) Noé fez exatamente assim
B2) Cristãos (ungidos) fazem exatamente assim.

O Sinal – Aquele 'dia' - A Terminação:
C1) Depois disso, Jeová dá o sinal: “Entra na arca” - começa a terminação.
C2) Depois dos cristãos fazerem “exatamente assim”, Jeová dará o sinal que indicará que “Cristo Reina sobre o mundo” - começará a terminação do sistema de coisas – o Reino de Cristo começa a jurisdicionar sobre a terra.

O Fim (completo)
D1) Após a terminação (7 dias), vem o Dilúvio
D2) Após a terminação, vem o Armagedom.
Assim, conforme Tiago 5:7 concluímos:
'7 Portanto, exercei paciência, irmãos, até a presença do Senhor. Eis que o lavrador fica esperando o precioso fruto da terra, exercendo paciência com ele, até que venha a chuva temporã e a chuva serôdia. 8 Vós também exercei paciência; firmai os vossos corações, porque se tem aproximado a presença do Senhor.' [a arca está praticamente pronta]

Vigiai! '“pois não sabeis quando vem o senhor da Arca'

Deuteronômio 15:1 “Ao fim de cada sete anos deves fazer uma remissão."

Portanto a genuína presença é um evento futuro e não começou em 1914.


Nota: A "organização de Jeová" construída por homens não é sinônimo do Templo de Deus. Assim, nesse artigo, é melhor usar o termo Templo de Deus ao invés de "Organização". Sobretudo em virtude da Apostasia cometida pela "Organização de Jeová" e seus líderes. A "Organização de Jeová" tornou-se o instrumento a fim de desencaminhar, se possível, os escolhidos.





Um comentário:

Apóstolo TDS disse...

Fabuloso. Vou tirar toda esta noite para compreender todas as descobertas fantásticas que o "espírito dos Deuses santos" tem inspirado o irmão a falar.

Apóstolo TDS